Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

Fórum da raça

Moderador: Filipe Graciosa

Os Juizes devem seguir as 3 regras sugeridas:

Concordo com as alterações sugeridas
27
90%
Não concordo com as alterações sugeridas
3
10%
 
Total de votos: 30

Mensagem
Autor
PSL
Ajudante de Monitor de Equitação
Mensagens: 75
Registado: segunda abr 07, 2008 5:23 pm

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#31 Mensagem por PSL » sexta nov 14, 2008 5:37 pm

Acerca da incongruência entre classificação e prestação

Depois da Feira da Golegã (2008) e dos resultados dos concursos de modelo e andamentos, eis que surgem algumas dúvidas que devem ser levantadas, uma vez que a raça, a todos pertence.

Será possível que um animal que não se apresentou a passo na classe de três anos possa ter sido apurado para a final? Efectivamente assim aconteceu, o animal a que me refiro é da criação do Sr. Manuel Assunção Coimbra.

Este animal não andou a passo! Quais os critérios que conduziram ao seu apuramento pelos juízes da raça?

Sabe-se que o passo e o galope são os dois andamentos naturais de um animal que não são passíveis de melhoramento pelo trabalho (são inatos – nascem com animal). Destes dois, apenas o passo é avaliado neste formato de concursos, esquecendo-se o galope (andamento que fez da raça aquilo que ela é hoje em dia – culto iniciado com a gineta e continuado por via do toureio).

Uma vez que não se apresentou a passo (independentemente do motivo), não se compreende o que motivou o apuramento deste Coimbra. Somente o modelo? Apenas o trote? O trote não pode ser um andamento vinculativo de apuramento; o modelo em conjunto com o trote, muito menos.

O poldro em questão pode andar muito bem a passo, contudo naquele dia e àquela hora não o demonstrou. Por conta deste apuramento houve um animal que deixou de ser apurado. Onde será que esta forma de encarar o mérito (semelhante à "cunhocracia" que impera no mercado de trabalho) nos pode conduzir?

O que será que os juízes viram no animal? Será que já estava visto antes da Feira? Será que houve favorecimento? Será incompetência pura?

Mais uma vez caímos no mesmo – suspeição!!!

Por culpa de quem?

PSL
Ajudante de Monitor de Equitação
Mensagens: 75
Registado: segunda abr 07, 2008 5:23 pm

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#32 Mensagem por PSL » domingo nov 16, 2008 5:38 am

Acerca da incongruência entre classificação e prestação

Depois da Feira da Golegã e dos resultados dos concursos de modelo e andamentos, eis que surgem algumas dúvidas que devem ser levantadas, uma vez que a raça, a todos pertence.

Será possível que um animal que não se apresentou a passo na classe de três anos possa ter sido apurado para a final?

Efectivamente assim aconteceu, o animal a que me refiro é da criação do Sr. Manuel Assunção Coimbra. Este animal não andou a passo! Quais os critérios que conduziram ao apuramento deste animal pelos juízes da raça? Sabe-se que o passo e o galope são os dois andamentos naturais de um animal que não são passíveis de melhoramento pelo trabalho. Assim não se compreende o que motivou o apuramento do animal. Somente o modelo? Apenas o trote? O trote não pode ser um andamento vinculativo de apuramento; o modelo em conjunto com o trote, muito menos. O que será que os juízes viram no animal? Será que já estava visto antes da Feira? Será que houve favorecimento?

Mais uma vez caímos no mesmo – suspeição!!!

Por culpa de quem?

xavier amaral
Mensagens: 1
Registado: quarta nov 19, 2008 5:18 pm

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#33 Mensagem por xavier amaral » sábado nov 22, 2008 1:13 pm

Em primeiro lugar acho que deveriam seguir as regras tal como elas são.. e em seguinte nenhum Criador poderia ser Juíz de qualquer prova, que julgasse cavalos da sua propria Coudelaria.

horses_s
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 207
Registado: sexta set 29, 2006 6:17 pm
Localização: Leça da Palmeira - Porto

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#34 Mensagem por horses_s » segunda dez 01, 2008 5:36 pm

PSL Escreveu:Sabe-se que o passo e o galope são os dois andamentos naturais de um animal que não são passíveis de melhoramento pelo trabalho.
Não??!!!
Mas eu já fiz esse melhoramento num cavalo, no passo!!! :lol:
Tudo é possível até se provar que é impossível e mesmo o impossível pode ser só por agora.

Z_B
Iniciado
Mensagens: 10
Registado: segunda dez 15, 2008 3:03 am

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#35 Mensagem por Z_B » segunda dez 15, 2008 3:51 am

Observe-se os critérios e as duras provas por exemplo da KWPN e descubram as diferenças para o nosso sistema... Começaram a criação de cavalos um "pouquinho" depois de nós!
A diferença é que lá não há cavalos da casa Y ou X! Um cavalo que seja verdadeiramente bom pode ser de um Zé Ninguém e ser julgado como merece, e quem ganha com isso é a raça e não a casa X ou Y como se passa por cá!! Enfim...há-de perdurar este pensamento pequenino!

bebediabolico
Sela 01
Mensagens: 36
Registado: quarta mar 24, 2010 3:35 pm

A APSL no contexto dos acontecimentos

#36 Mensagem por bebediabolico » sexta abr 16, 2010 5:43 pm

Boa tarde.

Sem querer acalorar muito as opiniões, que por vezes, de tão quentes entram em erupção e acabam por queimar alguém... gostaria de saber a opinião dos forenses sobre os juízes da APSL.

Quais os mais competentes e quais os mais incompetentes?

Os que percebem alguma coisa de cavalos, ou por outro lado mudam de opinião consoante as modas e os cavalos que têm para vender?

O que dizem?

Cps.

lusitanoPO
Sela 01
Mensagens: 28
Registado: terça fev 09, 2010 4:45 pm

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#37 Mensagem por lusitanoPO » segunda abr 19, 2010 11:18 am

Os criadores do cavalo PSLusitano estão neste momento perante um grande dilema:

- Criam cavalos PSL de "trela", "Misses de Festivais", cavalos que os Juízes gostam, mas sem futuro comercial próximo, já com pouca procura no estrangeiro (veja-se o excesso de poldros nas coudelarias dos criadores mais conservadores)

ou

- Os criadores PSL seleccionam cavalos de "sela", nem sempre do agrado dos Juízes, que além do lazer, são destinados ao desporto: dressage, saltos, toureiro, etc. com aptidões físico-atléticas, funcionalidade, com grande procura comercial internacional (veja-se os criadores com esta selecção sem dificuldade de escoamento dos produtos), mas que poderão ter dificuldade em aprovar os seus Reprodutores com a recusa dos Juízes (baixas pontuações ou eliminação)...

Só há uma solução, lutar dentro da APSL (institucionalmente e com competência), por novos critérios de padrão e por reciclar os Juízes (desactualizados).

G.H.O.S.T.
Sela 01
Mensagens: 38
Registado: segunda mar 08, 2010 8:24 pm

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#38 Mensagem por G.H.O.S.T. » segunda abr 19, 2010 9:41 pm

Olá,

Justo justo seria alguma liberdade e deixar ser a lei de mercado a tomar conta disto. Seria o mais justo. Não teríamos de ser julgados por pessoas que prejudicam muitas das vezes apenas por prazer.

arraiano
Mensagens: 3
Registado: sexta jan 29, 2010 12:52 pm

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#39 Mensagem por arraiano » quarta abr 28, 2010 5:39 pm

Os últimos concursos de admissão de garanhões PSL os cavalos têm sido avaliados sempre pelos mesmos 4/5 Juízes, todos eles com coudelarias e criadores.

Não tem sido cumprido o Regulamento de Juízes da Raça, nomeadamente a alínea d) do ponto 7º (incompatibilidades), que refere que é proibido avaliar:

- " Cavalos da propriedade de coudelarias ou pessoas colectivas onde o juiz, directa ou indirectamente, tenha prestado serviços económicos ou profissionais nos ÚLTIMOS 3 ANOS".

FORA COM OS "ILUMINADOS" JUÍZES de COUDELARIAS PSL OFICIAIS (com interesses comerciais nas avaliações)

CR
Iniciado
Mensagens: 21
Registado: quinta jan 17, 2008 11:28 am

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#40 Mensagem por CR » quarta mai 26, 2010 7:22 pm

A propósito desta questão, um exemplo do que se faz lá fora:
Sjak Laarakkers anunciou a sua demissão de membro do comité avaliador de garanhões KWPN (cavalos de desporto, na Holanda). Laarakkers, que se tornou membro do comité em Janeiro de 2006, decidiu dedicar-se à sua própria criação de cavalos de dressage.
Laarakkers justificou assim a sua opção à sociedade KWPN: "Para além de juiz, também sou criador de cavalos. Como criador de garanhões espero ver os meus próprios cavalos licenciados, o que é difícil de compatibilizar com a minha responsabilidade enquanto membro do comité avaliador”.
Laarakkers não participou como juiz na avaliação de garanhões de Primavera, realizada em Stegeren, pois dois dos seus produtos estavam incluídos na avaliação. Foi substituído por Dirk Reine, que o tem substituído sempre que se verificam situações de conflito de interesses...
Tradução da minha autoria.
O original em: http://www.eurodressage.com/equestrian/ ... tee-member

lusitanoPO
Sela 01
Mensagens: 28
Registado: terça fev 09, 2010 4:45 pm

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#41 Mensagem por lusitanoPO » quinta mai 27, 2010 10:26 am

Toda a gente sabe que a APSL está a passar por uma discussão pública sobre problemas de reestruturação e definição dos poderes institucionais, que carecem de rápida resolução, para que todas as atitudes de fundo e decisões sejam tomadas de acordo com as normas regulamentares e grande transparência.

Não atirem pedras só ao Secretário Técnico e ao Presidente da APSL. Cumprem os regulamentos que foram aprovados (bem ou mal) pelos Sócios.

No momento actual (e já alguns anos), o grande problema de fundo (que azeda o normal funcionamento da APSL) reside nas atitudes e critérios dúbios da maioria do "Grupo de Juízes Criadores", que não conseguem compatibilizar a sua responsabilidade de avaliadores, com a de criadores e assessores técnicos de alguma Coudelarias que mais tarde vão avaliar.

Para a APSL e para o cavalo Lusitano, era bom que seguissem o exemplo do Sr. Sjak Laakkers

Lusitano

lusitanoPO
Sela 01
Mensagens: 28
Registado: terça fev 09, 2010 4:45 pm

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#42 Mensagem por lusitanoPO » segunda jun 07, 2010 2:14 pm

No Festival do Puro Sangue Lusitano de Cascais 2010, além de algumas surpresas de ultima hora, a avaliação dos cavalos na Final de cada Classe, foi feita apenas por uma pessoa (Juiz).
Se com 3 pessoas (Juízes) a avaliar era o que todos sabem, então que dizer, esta ser feita apenas por uma pessoa?...

bebediabolico
Sela 01
Mensagens: 36
Registado: quarta mar 24, 2010 3:35 pm

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#43 Mensagem por bebediabolico » segunda nov 15, 2010 5:16 pm

Estive a ler o novo regulamento e deparei-me com este ponto que considero altamente interessante...

RESPONSABILIDADE CIVIL E FINANCEIRA DOS JUÍZES E TÉCNICOS

1. Todos os juízes da raça aprovados pela A.P.S.L. e nomeados para qualquer concurso agem em nome da A.P.S.L., pelo que não têm qualquer responsabilidade pessoal pelas decisões que tomam em cumprimento das suas funções e, nomeadamente aquelas que são levados a tomar de acordo com o Regulamento do Livro Genealógico do cavalo de Raça Lusitana.

Para mim, está aqui a prova provada que os juízes não são imparciais e que tudo é combinado antes...

Basta ler o Regulamento!

lusitanoPO
Sela 01
Mensagens: 28
Registado: terça fev 09, 2010 4:45 pm

Re: Os Juízes do Puro Sangue Lusitano

#44 Mensagem por lusitanoPO » terça nov 23, 2010 11:28 am

FEIRA DA GOLEGÃ 2010 - Modelos e andamentos

Independentemente de qual será o melhor cavalo o BARILOCHE ou o CAMPEADOR, só faço as seguintes perguntas e quem saiba que responda:
- Como é possível o CAMPEADOR ser medalha de ouro, se na classificação dos Juízes teve um
3º, um 2º e apenas um 1º lugar? e foi o campeão da feira!...
- Como é possível o BARILOCHE ter tido um 1º, um 1º e um 2º lugar e não ter sido o campeão
da feira de 2011? Não será melhor classificação?
- Porque não foram cumpridos os regulamentos que diz que só serão medalhas de ouros os
que tiverem classificação excelente? 3º e 2º lugares é excelente?

Onde estão os critérios?....

Responder

Voltar para “Puro Sangue Lusitano”