2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

Fórum da raça

Moderador: Filipe Graciosa

Mensagem
Autor
traumatico
Espectador
Mensagens: 8
Registado: quinta jan 28, 2010 11:25 pm

2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#1 Mensagem por traumatico » domingo abr 25, 2010 3:36 am

Gostaria que deixassem comentários sobre o evento (aprovação ou vice versa ao livro de reprodutores) ocorrido dia 24 de Abril nas instalações da Coudelaria de Alter.

zepinto72
Espectador
Mensagens: 5
Registado: segunda abr 26, 2010 11:37 am

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#2 Mensagem por zepinto72 » terça abr 27, 2010 11:09 am

Anteriormente o julgamento já era curto, pois variava normalmente entre a nota "5" e a nota de "8".
Agora ainda pior! Como os ilustres juízes são "rigorosíssimos" raras vezes vislumbram um "8".
Como com três "6" se reprova,também não há necessidade de atribuir a nota de "5" e assim ter de se justificar ao criador e/ou proprietário.
Assim sendo as notas atribuídas vão variar normalmente entre o "6" e o "7" , como aconteceu em Alter.
Bonito não é !
Conclusão:
Os criadores ficam a perceber cada vez menos do assunto , e mais importante ainda , os ilustres juízes vão reprovar (ou aprovar) um cavalo quando querem sem grandes problemas.

bebediabolico
Sela 01
Mensagens: 36
Registado: quarta mar 24, 2010 3:35 pm

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#3 Mensagem por bebediabolico » terça abr 27, 2010 11:41 am

Bom dia.

Na minha modesta opinião considero que os ilustres juízes da raça, cada vez estão mais longe de um critério rigoroso, pois para darem notas de forma coerente teriam se seguir o PADRÃO DA RAÇA!

Coisa que NUNCA o fizeram, pois consideram-no desactualizado!
Ou seja, andam a pontuar animais ideais que só existem nas suas cabeças ( e provavelmente em suas casas, nas suas coudelarias ou na de algum amigo).

Dão notas a seu belo prazer - sem as justificar a ninguém, pois como toda a gente sabe, não há NINGUÉM na RAÇA que saiba mais que eles!
Excepção feita ao seu PAPA (leia-se Arq. Arsénio Raposo Cordeiro) que em caso de dúvida, doutrina um dos DEZ MANDAMENTOS e fica logo tudo resolvido outra vez!

A raça está entregue a quem se está a borrifar para ela, que só quer escoar os seus produtos, através da promoção de CAMPEÕES que eles próprios tornam vencedores!

O CURRICULUM FUNCIONAL DOS CAVALOS já não interessa para nada, o que interessa é ter "cavalicoques que andam bem à trela"!!!

É um pouco como já aconteceu há muitos anos na canicultura, os bonitos nada fazem e os que funcionam nunca ganhariam concursos morfológicos!

Cps.

G.H.O.S.T.
Sela 01
Mensagens: 38
Registado: segunda mar 08, 2010 8:24 pm

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#4 Mensagem por G.H.O.S.T. » domingo mai 02, 2010 11:06 pm

Bravo Bebe Diabólico. Você tocou na ferida.

Caros forenses vejam o que a raça precisa e quem nos pode salvar. http://tribunalusitana.com/programas.php?pagina=1
Este homem não come na mesma mesa que esta gentinha corrupta. Sr. Francisco Cancella de Abreu sabe o que diz e já o provou.

bebediabolico
Sela 01
Mensagens: 36
Registado: quarta mar 24, 2010 3:35 pm

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#5 Mensagem por bebediabolico » segunda mai 10, 2010 4:37 pm

Boa tarde.

A nossa transparente LPSA demora em tornar pública a listagem de animais que foram aprovados (apenas três) e reprovados (a grande maioria) em Alter no dia 24 de Abril...

Lembro-me agora que na célebre concentração da Companhia das Lezirias no final de 2009, também não foi publicada listagem, mas a pouco e pouco os "garanhões" tem sido introduzidos no Stud-Book do Lusitano....

Agora como são só três aprovados, provavelmente acontecerá o mesmo...

Realmente os comunicados que a LPSA faz sobre a sua boa fé e transparência, parecem não se coadunar com a clareza da sua actuação...

Se alguém tiver uma listagem dos "garanhões de Alter" gostaria que fosse publicada neste Forum.

Cps.

PSL
Ajudante de Monitor de Equitação
Mensagens: 75
Registado: segunda abr 07, 2008 5:23 pm

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#6 Mensagem por PSL » segunda mai 10, 2010 7:55 pm

Os garanhões que estavam programados para a admissão de reprodutores de Alter foram os seguintes:

01. Xico - Manuel Martins Alves Castro - Reprovado
02. Marcil - Coudelaria Oliveira e Sousa - Reprovado
03. Atila - Quinta da Encosta - Reprovado
04. Agua Viva - Coud. Santa Margarida - Aprovado
05. Vulcano - Coudelaria Oliveira e Sousa - Reprovado
06. Xadrês - Paulo Caetano - Não foi
07. Xelim - Paulo Caetano - Não foi
08. Xá do Nilo - Portucale - Reprovado
09. Brilhante - Coud. Santa Margarida - Aprovado
10. Zorro - Miguel Fialho Silva e Sousa - Reprovado
11. Verniz - Antonio Palha - Reprovado
12. Xanico - Fernando Manuel Borges Rodrigues - Reprovado
13. Zaragata - Luis Tavares da Silva - Aprovado
14. Xihado - Alter Real - Reprovado
15. Ohio - Mario Alberto Sabino Hilário - Reprovado
16. Bolero - Quinta da Encosta - Reprovado
17. Adido - Interagro - Não foi
18. Atinado - Fernando Carvalho - Não foi

Eis o Cavalonet a fazer serviço que competia à LSPA!

bebediabolico
Sela 01
Mensagens: 36
Registado: quarta mar 24, 2010 3:35 pm

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#7 Mensagem por bebediabolico » quarta mai 12, 2010 2:22 pm

Boa tarde.

De facto a Admissão de Garanhões de 24 de Abril de 2010 marca de forma indelével a história do Lusitano.

Digo-vos porquê!

Já não é suficiente o controlo de filiação que prova que determinado poldro é filho de dois progenitores de raça Lusitana.

O que vai acontecer muito brevemente é que os potenciais compradores de poldros de três ou quatro anos, vão exigir garantias que o poldro que pretendem adquirir tenha que ser aprovado como garanhão!

Como neste momento, o mais provável é esse poldro vir a ser reprovado numa admissão de garanhões.

O Lusitano passará a valer tanto como um vulgar Cruzado! Embora o controlo de filiação o comprove como sendo Puro Sangue Lusitano!

A antevisão é clara: sem terem garantias que o poldro que estão a adquirir possa ser aprovado, vão oferecer muito menos pelo cavalo e em consequência os preços de poldros de três e quatro anos vai baixar substancialmente!

Se os ilustres Juizes da raça continuarem a reprovar 15 em 18 cavalos é isso mesmo que vai acontecer!

Por isso eu pergunto:

É o que queremos, uma raça que valerá cada vez menos?

Cps.

PaulaDS
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 113
Registado: quarta mar 04, 2009 10:28 am
Localização: Italia
Contacto:

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#8 Mensagem por PaulaDS » quinta mai 13, 2010 9:49 am

Nas outras raças nunca ninguém sonha de comprar bem $$ um cavalo só se é aprovado como reprodutor. Acredito que o problema dos preços nada tenha a que ver com os juízes, não é um problema deles, eles devem-se preocupar da qualidade e não da quantidade de reprodutores que aprovam.
Depois os problemas de mercado não são provocados pelos juízes, mas pela qualidade intrínseca dos produtos.
Cada cavalo Lusitano, como qualquer outro cavalo no mundo, vai valer por aquilo que é: pelo seu valor de performance, morfológico e na medida do possível genético. Ter a garantia que só os melhores foram aprovados como reprodutores ajuda bastante a ter credibilidade no estrangeiro (junto com outros factores). Basta olhar o que fizeram em 50 anos os holandeses, os alemães, os franceses para se compreender que é só usando a máxima severidade com os reprodutores que se alcança o mercado global. O Lusitano tem mais um goal importante: manter o tipo enquanto melhora/alarga o leque da performance.
Agora se o problema for a idoneidade dos juízes, essa é outra historia, mas quem é o juiz dos juízes? os julgados?

bebediabolico
Sela 01
Mensagens: 36
Registado: quarta mar 24, 2010 3:35 pm

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#9 Mensagem por bebediabolico » quinta mai 13, 2010 10:36 am

Bom dia.

Gostava de apresentar a minha discórdia (ponto por ponto) com a forense Paula DS.
Acredito que o problema dos preços nada tenha a que ver com os juízes, não é um problema deles, eles devem-se preocupar da qualidade e não da quantidade de reprodutores que aprovam.
Os juízes são também criadores e negociantes de cavalos e sabem que existem muitos potenciais criadores que a par da genética, querem simultaneamente, comprar animais bem pontuados (ou pelo menos que ultrapassem os 70%). Ao atribuírem pontuações baixas (algumas até bem criticáveis) estão a influenciar no preço do cavalo!
E se for a um potencial concorrente, então tanto melhor!
Depois os problemas de mercado não são provocados pelos juízes, mas pela qualidade intrínseca dos produtos.
Desculpe dizer-lhe, mas parece-me enganada. Neste momento a dita "qualidade dos produtos" é rotulada por pontuações e medalhas... e quem as atribui?
Se for bem a ver, há anos que não são actualizadas as informações nas "observações do Stud Book" sobre a funcionalidade dos cavalos. Quantos tourearam, foram campeões de Equitação de Trabalho, na Atrelagem e ficaram bem classificados em provas de Ensino, sem que essa informação pura a simplesmente seja actualizada?
Só usando a máxima severidade com os reprodutores que se alcança o mercado global"
Aqui tenho que lhe dar razão, pois se há coisa que os nossos prezados juízes tem sido é severos! Agora, é preciso não confundir severidade com rigor!

Se fossem rigorosos seguiam o padrão da raça e não se encontravam disparidades de pontuações entre juízes para o mesmo cavalo (caso do Almansor da Broa (MV) este ano na Golegã e já antes no FISPL).

Mas se ainda tem dúvidas de como isto (realmente) funciona, basta ler o último comentário do forense PSL sobre a ética de um dos nossos prezados juízes, num outro post deste fórum!

Cps.

G.H.O.S.T.
Sela 01
Mensagens: 38
Registado: segunda mar 08, 2010 8:24 pm

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#10 Mensagem por G.H.O.S.T. » quinta mai 13, 2010 10:13 pm

Cara D. Paula da Silva, peço desculpa por aquilo que vou aqui escrever, mas nem tive coragem de ler tudo o que você escreveu com tanto "Disparate" que disse.

Já leu a "Bíblia" ??

Já leu e viu "ANJOS E DEMÓNIOS" com Tom Hanks??

Com todo o respeito você esta a viver na Bíblia sagrada, a realidade é mais a dos Anjos e Demónios. Onde há gente maravilhosa mas ao mesmo tempo gentinha muito podre e a cheirar mal.

Cps.

PaulaDS
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 113
Registado: quarta mar 04, 2009 10:28 am
Localização: Italia
Contacto:

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#11 Mensagem por PaulaDS » sexta mai 14, 2010 6:38 am

Foi pena o sr. não ter lido tudo antes de responder.
Normalmente essa é uma condição para responder: escutar antes o que a outra pessoa disse. É uma simples regra de boa educação e de inteligência.
Importante: eu não crio lusitanos, não conheço pessoalmente nenhum juiz (que eu saiba), e não me interesso de nenhuma coudelaria - embora eu goste de cavalos Lusitanos e conheça bem a situação da raça no mundo (sou jornalista alem de fotografa, pertenço à IAEJ) e sigo as estatísticas de criação (e exportação) em França, Brasil, EU, etc. Não tenho NENHUM interesse pessoal na situação portuguesa ou noutras , por isso é inútil saltar-me à garganta dessa maneira, fiquem calmos e se controlem. Eu não fui agressiva nem mal educada com ninguém, tentem de se portar civilmente comigo. E pensem que talvez seja o vosso comportamento a causar muitos dos problemas que tem: a falta de coesão interna, dispersão de energia, etc.
As vezes a visão duma pessoa externa ajuda. A minha posição é descomoda, é fácil atacar-me: voces estão ai todos prontos com as armas nas mãos já atacando todos e tudo, agora que cheguei eu é para vocês uma oferta do céu: alguém que num primeiro momento chegou aqui desarmada, tranquila, só para dar uma opinião. Agora não, agora eu também começo a me defender porque não acredito de ter vocação de boa samaritana ;-)
E com isto eu deixo definitivamente este Fórum. Boa sorte. Espero que pelo menos neste período de crise económica alguns cavalos Lusitanos sobrevivam à vossa falta de visão, que é esse o vosso problema...

Phynx
Sela 04 (estribo de bronze)
Mensagens: 51
Registado: terça nov 07, 2006 8:52 pm

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#12 Mensagem por Phynx » sexta mai 14, 2010 3:29 pm

Senhores,

Ainda não tinha feito nenhuma participação neste tópico. Subscrevo totalmente a opinião da Paula, tanto que até parece que me leu os pensamentos.

Não havia necessidade nenhuma de se recorrer à falta de educação que tanto criticaram nos outros membros. Isto está a tornar-se num radicalismo cego e atrasado. Uma pessoa com uma opinião diferente é alvo de troça e comentários de baixo nível, e é esta a alternativa ao que nós temos agora?

Sou proprietária de um Lusitano que foi reprovado na Admissão a Garanhões. É óbvio que não fiquei contente até porque o meu cavalo vem de uma família bastante pontuada. Mas submeti-me às regras do jogo e tenho que as aceitar.

E apesar de não concordar com muitas das acções ou falta delas por parte da APSL, ainda discordo mais com esta forma cobarde de se comentar através de nicknames em que só se fazem acusações e insultam pessoas e não num sítio próprio de discussão, em reuniões como gente séria.

Apesar de ter tentado aprovar o meu cavalo como garanhão, fi-lo mais como uma actividade pelo orgulho de ver o meu cavalo apresentado. Sou de opinião de que a maioria dos cavalos nem deveriam ser autorizados a procriarem. O rigor tem que ser tanto do lado dos macho como das fêmeas. Tem que haver estudos com cabeça e factos. Têm que ser delineados objectivos concretos para a raça. Qual o seu objectivo. Qual o seu mercado alvo.

Afinal de contas os senhores estão a defender os preços a que os cavalos são vendidos ou estão a defender a sua qualidade?

Não me parece que o Lusitano criado para lazer ou que não tenha uma especial aptidão para se destacar numa determinada disciplina, vá ficar exponencialmente mais caro, porque o mercado mais caro para estes cavalos não existe! E a realidade é que os investidores estrangeiros não irão investir no Lusitano num futuro próximo.

Com estas últimas declarações fiquei com a certeza que ambos os lados somente têm interesses monetários para discutirem tão acesamente e não a raça em si.

Isto tem que ser mudado. Mas não me parece que a oposição neste momento seja uma solução viável, nem melhor para quem dirige neste momento a raça.

bebediabolico
Sela 01
Mensagens: 36
Registado: quarta mar 24, 2010 3:35 pm

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#13 Mensagem por bebediabolico » sexta mai 14, 2010 4:04 pm

Boa tarde.

Cara Sra. Phynx, o seu discurso deixa de ter validade a partir do momento que diz:
Ainda discordo mais com esta forma cobarde de se comentar através de nicknames.
Que eu saiba Phynx também é um nickname... e deixe-me apenas perguntar-lhe uma coisa já que não está minimamente preocupada com o preço dos cavalos Lusitanos:

Esse seu Lusitano que diz ter sido reprovado em Alter, quanto vale agora?

E se o seu maior prazer foi vê-lo apresentado, podia fazê-lo onde não se tivesse que sujeitar a uma avaliação, numa feira regional das inúmeras que existem em Portugal.

Qual foi o objectivo, já que para si a maioria não deveria procriar?

Ver o seu cavalinho de estimação como potencial garanhão?

Cps.

ABC
Sela 04 (estribo de bronze)
Mensagens: 50
Registado: quarta set 17, 2008 9:47 am

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#14 Mensagem por ABC » sexta mai 14, 2010 6:54 pm

Prezado Phynx,

Tem toda a razão quanto ao problema da educação. Todos temos direitos, contudo os do próprio não se podem sobrepor ao de terceiros. Liberdade é uma coisa, excessos são outra completamente diferente.

Fico satisfeito pela sua participação neste tópico, que como já pôde constatar, encerra múltiplas leituras da realidade, bem representativas da nossa sociedade. Uns mais coléricos, outros mais calmos, uns com senso comum, outros sem pinga deste.

Tenho de confessar que tenho dificuldade em aceitar regras de jogos que considero viciados!

Perdoe-me a franqueza, e passo a justificar, como é que o Sr. pode aceitar as regras de um jogo em que TODOS os seus intervenientes são igualmente parceiros desse jogo? Considera que se pode justificar um julgamento de um processo de sapatos, quando os juízes são proprietários de fábricas de sapatos, e por conseguinte elementos da concorrência.

Quanto à questão do nickname, conforme o Sr. a apresentou, transforma-o automaticamente num pernicioso cobarde. É um raciocínio elementar caro Phynx. Achou que neste senão, não esteve muito bem! Desculpe-me a associação lógica.

Se o seu garanhão é de uma família bastante pontuada e foi reprovado, eu, pelo sim pelo não, e atendendo à credibilidade do trabalho dos juízes que o Sr. respeita, solicitaria uma verificação da paternidade do individuo em causa. Podemos estar perante mais um caso de fraude!

Todos temos direito a orgulho, contudo no seu caso, para além da conclusão referida no parágrafo anterior, também lhe trouxe a crucificação comercial do seu cavalo. Entenda que desde sempre a oscilação da qualidade, significa oscilação do preço. Se o Sr. for produtor de tomates certamente saberá que os seus tomates são pagos em função do brix. No fundo é uma questão de maturação, conforme tanta coisa nas nossas vidas. No caso do Lusitano o problema é que quem estabelece o valor do brix são alguns dos produtores de tomate (esta é uma dedução analógica irrefutável).

Quanto à luta do bem e do mal que anuncia, afirmo que a mesma só faz sentido em comunicados deprimentes, em jeito J. W. Bush. Veja no que deu essa associação simplista, no caso da guerra do Iraque. Mas foi importante para explorar a simplicidade da generalidade da opinião pública americana, e assim permitir o objectivo final. Acho que já poucos entram nessa onda.

Caro amigo, entenda de uma vez por todas, que não há futuro sem oposição. A oposição é o maior garante da cultura democrática, se o Sr. não gosta de oposição (independentemente do sentido ou credibilidade), vá até Cuba e fique por lá. Aí ou na China o Estado funciona a uma só voz!

Foi do trabalho da oposição que veio a lume grande parte do lixo pelo qual a raça está a passar, no entanto entenda que esse lixo não foi criado pela oposição. Apenas o expôs. Se o Sr. prefere viver numa realidade de aparências, novamente lhe aponto o caminho da China ou de Cuba. Aí cultiva-se fortemente imagens esbatidas de grandes hipocrisias sociais. A China está a cultivar a sua riqueza baseada no mais elementar desrespeito pela condição Humana, no entanto, todos nós vamos ao Ikea e outros tais, comprar esses produtos baratos. Cada compra significa mais desemprego no mundo.

Como na Alemanha nazi, é importante que a realidade mais deprimente venha ao de cima, para que fique na memória aquilo que nunca mais deve ser permitido a quem venha a dirigir os destinos da raça. Arbitrariedades, fortes lobby’s de interesses, e outros tais, que medeiam sempre o maldito e vil metal, que corrói a nossa sociedade e todos os princípios que deveriam indicar o Norte, e que por esta via fazem a agulha eternizar-se no Desnorte!

Há que MORALIZAR o normativo da LSPA!

Phynx
Sela 04 (estribo de bronze)
Mensagens: 51
Registado: terça nov 07, 2006 8:52 pm

Re: 2010-04-24 Reprovação ao livro de reprodutores em Alter

#15 Mensagem por Phynx » sexta mai 14, 2010 9:50 pm

Eu não sou contra a oposição. Acho muito bem que haja oposição porque também não me agrada a forma como as coisas se encontram. Mas também não acho que vão conseguir alguma coisa recorrendo a comentários mesquinhos e ataques pessoais.

O meu cavalo não foi reprovado em Alter. Já foi há bastante tempo. E não, não perdeu o seu valor comercial porque antes de tudo não o vendo, e segundo, já tive ofertas de compra por parte de algumas pessoas bem conhecidas no meio por valores no mínimo engraçados. E lá fora, o que vale dinheiro, já que o senhor tanto gosta de falar de valores, são cavalos ensinados correctamente e não o que vemos por aqui em 90% dos cavalos, não é a licença para procriar. Lá fora, 95% dos machos são castrados e nem por isso deixam de valer menos por não se poderem reproduzir. Qualidade e ensino é o que faz vender cavalos.

O meu cavalinho como diz, bebediabolico, não é um cavalinho de estimação. É um cavalo que estava completamente queimado da cabeça e nem andar para a frente sabia, e está agora ao nível de S. Jorge e brevemente de GP. E mais uma vez provou o meu ponto, em que mais uma vez foi rude e recorreu aos ataques pessoais.

Senhor ABC, a partir do momento em que enviei o cheque para a APSL, aceitei as regras do jogo. Se não quisesse entrar nele não tinha enviado nada.

Quanto ao anonimato, meus senhores, o meu nome nada iria significar no mundo dos cavalos. Por isso não pensem que me estou a esconder, porque aliás nada tenho a esconder. Só falei porque achei de muito mau gosto a forma como responderam à Paula.

Esta será a minha última intervenção.

Cumprimentos
Margarida Gonçalves

Responder

Voltar para “Puro Sangue Lusitano”