Uma certa deficiência

Fórum da modalidade

Moderadores: AEPM, Filipe Graciosa

Responder
Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

Uma certa deficiência

#1 Mensagem por João dee Deus » quinta jun 30, 2005 11:15 am

Caros Companheiros

Tinha de criar um novo tópico,e depois de procurar,achei este o mais indicado embora se trate de um deficiencia não motora.Não estou a faltar ao respeito a ninguém,uma vez que eu sim,trato toda a gente por igual,os ditos normais e os outros.

Os cavalos,desde que me conheço,sempre foram um Status Social.
Agora menos, para desespero de alguns.

Nesta vida dos Cavalos,há de tudo.

Há os Marialvas,e os homens que racocínam como mulheres.
Há as Marialvas,e as mulheres que não aguetam "chumbo na pele".

Isto é o SER.

No que respeita ao TER.

Há quem nunca conseguiu ter um Cavalo,e no seu discurso as palavras vêm envenenadas pela inveja.(invejosos)
Há quem os tenha,e gostava que fossem só eles a terem-nos,como antigamente.(saudosistas)

Qualquer movimento mais digno é logo metralhado pelos invejosos e pelos saudosistas.

Este é um problema pessol,deles,o que resulta numa infelicidade,porque esta maneira de ser reflete-se em tudo o que fazem e acompanha-os 24 horas por dia.É uma Cruz bem pesada,mas que olhando para eles,nada transparece,nem o facto de nem terem dinheiro para o almoço,e terem de comer uma bucha dentro do seu belo Jeep.

Depois de tantos anos,acho que só as moscas é que mudaram.

_________________
Entro neste forum com a intenção de dar a conhecer "conclusões"que vou actualizando com o acumular da idade.
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

MMateus
Ajudante de Monitor de Equitação
Mensagens: 76
Registado: segunda mai 09, 2005 2:38 pm
Localização: Évora

Tanta descrença??

#2 Mensagem por MMateus » quinta jun 30, 2005 12:39 pm

Caro João de Deus

a que se deve tanta descrença? parecem coisas de "quase" e o quase aqui é importante de gaiato..... o que te levou a uma constatção que me parece evidente..... pouca coisa muda....

Também te digo que isso do raciocinam como mulheres eu não compreendo, o aguentar chumbo na pele, cada vez há mais quem não aguente....

Quando testados quembram-se as carapaças e descobrem-se rapidamente, às vezes até mesmo sem serem testados. A malta é mais todos iguais, protegidos no seu grupo e sem opiniões para não levantar ondas nem ter de ser confrontada..........

Um abraço

MMateus

Talvez pela idade e pela postura dos que assim se intitulavam, sempre me fez confusão a expressão Marialva (apenas um à parte)

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

Marialvismo

#3 Mensagem por João dee Deus » quinta jun 30, 2005 1:03 pm

Caro Mateus


Se não compreendes-te,ainda bem,mas vai haver quem compreenda.

É assim:Sabes a história da Carapuça ? Ok.

O problema é que ser Marialva é um facto.Por vezes desconhecido da própria pessoa.
O que se pretende é "acordar" o Marialva que possa haver dentro de nós,e passarmos a ter opiniões,e arriscarmos um simples palpite,em vêz de andarem em grupo,escondidos atrás uns dos outros como dizes que a malta é mais.

Continuo com fé no Pessoal,a descrença é na Sociedade,que só pode mudar,começando pelo Pessoal.

Um Abraço.
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

ANA.
Sela 04 (estribo de bronze)
Mensagens: 52
Registado: segunda nov 14, 2005 11:22 pm

#4 Mensagem por ANA. » terça nov 15, 2005 11:28 pm

Olá a todos.
Gostava de ver este tópico aproveitado para ajudar pessoas que podem de facto beneficiar da hipoterapia.
Entendo, creio eu, as mágoas do João, mas parece-me que há pouco a fazer. A análise sobre a inveja pode ser transposta para milhares de exemplos da nossa vida diária, às casas, aos carros, aos trapitos... enfim... Acho que a coisa faz mesmo parte da natureza humana.
Quanto aos cavalos, esses seres maravilhosos que nos trazem aqui, quero que saibam que neste momento não tenho. Tive uma história difícil com um bicharoco lindo, que teve o azar de me vir parar às mãos. Enfim, desejo muito que esteja feliz, e eu por cá vou montando cavalos alheios e tentando aprender muito para nunca mais passar pelo mesmo ou parecido.
Agora a hipoterapia. No início deste ano investiguei aqui pela zona de Lisboa o que há neste sector. Vi de tudo. Bons exemplos, e exemplos horríveis. Não sei se estão a par, mas há neste momento muitos médicos conscientes do benefício dos cavalos para a saúde humana, mas depois não são cavaleiros. Recomendam sítios inacreditáveis. Eu vi um picadeiro nos arredores de Lisboa onde todos os cavalos passam muita fome. Os pobres bichos têm a pele colada aos ossos! Vi-os a lamberem as manjedoras vazias, com tiques de tédio como o balouçar constante da cabeça.
Avisei uma médica. Disse-lhe que devia procurar um local onde os animais fossem bem tratados... mas não será a obrigação dela, e duvido que os pais das crianças em tratamento tenham melhor formação "equestre" para o fazer. Acho que cabe à comunidade, a todos vós aconselhar locais sérios, onde os terapeutas saibam o que estão a fazer, e onde os animais não sejam vítimas de ninguém. Pelos doentes, e pelos cavalos. Desculpem a seca.

PS: Também vi bons exemplos! :D

MMateus
Ajudante de Monitor de Equitação
Mensagens: 76
Registado: segunda mai 09, 2005 2:38 pm
Localização: Évora

#5 Mensagem por MMateus » quarta nov 16, 2005 9:30 am

Bem vinda ao forum ANA

Tanto na hipoterapia que é a vertente deste tópico fo Forum, como dos centros hípicos, devemos criticar ou louvar as experiências que vamos tendo.

Do nosso ponto de vista, é claro, outros poderão ter opinião diferente da nossa e rebatê-la ou clarificá-la. Por isso acho que não devemos ter receio, nem pudor de nomear aqui os locais onde são executadas as más prácticas.

Esta referência explícita aos locais, pode levar a um efeito positivo a longo prazo, uma vez que o passa palavra num País tão pequeno e num meio equestre ainda mais reduzido, é bastante eficaz.

Abraços

MMateus

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

carro

#6 Mensagem por João dee Deus » quarta nov 16, 2005 6:37 pm

ANA

Desejo-te também as boas vindas e queriamos que explicasses essa tua experiência com o teu Cavalo.

Tu já dissess-te que náo o queres repetir,e nós nem o queremos fazer,portanto passa-nos essa experiência.

saudaçõpes Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

ANA.
Sela 04 (estribo de bronze)
Mensagens: 52
Registado: segunda nov 14, 2005 11:22 pm

#7 Mensagem por ANA. » sexta nov 18, 2005 11:37 pm

Olá João,

desculpa a demora na resposta. A minha história já está mais ou menos alinhavada num texto que escrevi no Item Marialvas com o título traumas de principiante.

É uma longa história, da qual me sinto a principal culpada (porque a ignorância também é crime nestas coisas).
Eu tinha apenas meia dúzia de meses de aulas, com um professor que não sabia ensinar coisa nenhuma, quando comprei o cavalo.

É só o moral da história que pode ter interesse, porque os detalhes foram de muito sofrimento pessoal.

O moral é: que ninguém compre um cavalo com a mesma leviandade com que se compra um peixinho dourado.

Saudações

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

c

#8 Mensagem por João dee Deus » sábado nov 19, 2005 8:30 am

Ana

Uma das funções deste forum,é prevenir os intervenientes das "habilidades" que se fazem com os incautos.Dar experiência antes de passarem pelo problema.E não penses que estás livre de te acontecer algo,agora só semelhante,no futuro.Ou a qualquer um.

Eu que já os topo à légua,e tenho experiência com ciganos,que depois de os apreciar digo-te que são os melhores técnicos de Markting,simplesmente admiráveis,tenho de estar atento senão enfio o barrete.

NUnca estudei técnicas de vendas,mas digo-te que bem escalpelizada,uma simples fraze que eles usam para convencer o comprador,neste caso Cavalos,dava para três ou quatropágians de ensinamento.Um espanto.

Isto terá pouco a ver com o teu assunto,mas serva para "estudarem" o que eles dizem e não apenas simplesmente condenarem.

Saudações Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

ANA.
Sela 04 (estribo de bronze)
Mensagens: 52
Registado: segunda nov 14, 2005 11:22 pm

#9 Mensagem por ANA. » sábado nov 19, 2005 6:04 pm

Olá!

João o que dizes tem muito a ver com o que me aconteceu. Eu imagino que mesmo a quem anda nisto há muito tempo possam acontecer "acidentes", mas eu estava completamente na mão do meu professor.

Engracei com o cavalo porque era muito bonito, e ouvi frases do tipo: é bestial, grande máquina, muito potente, Se eu pudesse.. comprava-o já, se pudesse agora oferecia-o ao meu filho.

Depois disso, já com o cavalo a dar coices, a tentar morder, a não conseguir andar a passo, a trotar sem sair do mesmo sítio e a disparar a galope completamente histérico eu continuei a ouvir dizer que tinha feito um grande negócio.

Andei meses na internet à procura de explicações para cavalos que mordem, ameaçam coices e agridem quem entra na baia. A angústia aumentava porque não encontrava quase nada a não ser que eram sinais de maus tratos.

O melhor do negócio ainda foi o pobre do bicho, que na verdade não tinha maus instintos, mas sim medo das pernas, horror às mãos, e um desiquilibrio muito grande resultante de mau treino.

Um relato de um amigo que viu o meu cavalo a ser agredido foi o alerta que me levou a mudar o bicho de sítio.

Agora para o fim, já eu me impressionava com as dificuldades do bicho. Quando estava montada, sentia a coluna dele em forma de meia lua!

E tenho a certeza de que durante o último ano se fez por ele tudo o que era possível. A lombalgia que agora lhe foi diagnosticada aconselha a que não seja montado, e por isso "cedi-o" a alguém que se comprometeu a deixá-lo viver ao ar livre.

Aprendi que nunca mais compro um cavalo sem ser visto por um veterinário, a não confiar em amigos recentes (sobretudo de vivem do negócio dos cavalos) e a só comprar um animal que eu conheça muito bem, que tenha já montado em muitas situações.

Vivendo e aprendendo! E se possível perto de cavalos!

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

C|avalo difícil

#10 Mensagem por João dee Deus » sábado nov 19, 2005 6:21 pm

ANA

Já disseste tudo.Compraste o Cavalo a uma rede de máfia.

Mas também não fiques traumatizada.

Ser visto por um vet.,é bom,mas por alguém com experiência é o complemento.

Mas tem de ser alguém como um Marialva,que em qualquer lado é capaz de dizer que o rei vai nú. 8)

saudações Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Antonio
Sela 01
Mensagens: 28
Registado: quinta ago 02, 2007 3:52 am
Localização: Tomar

#11 Mensagem por Antonio » domingo ago 12, 2007 5:13 pm

ANA. Escreveu:
Agora para o fim, já eu me impressionava com as dificuldades do bicho. Quando estava montada, sentia a coluna dele em forma de meia lua!

Vivendo e aprendendo! E se possível perto de cavalos!
Ou seja, o cavalo estava 'selado'? Penso que seja a expressão..

Essa gente que vende cavalos nessas condições devia ser punida. Vender um cavalo não é simplesmente vender um peixinho pro aquário, pelo contrário, é uma responsabilidade. E o que não faltam aí são esses intrujas que até cavalos pintados vendem.

Mas nessas histórias há uma pior que tenho conhecimento... Noutros tempos em que as pessoas e as coisas, ou a maioria eram genuinamente boas, um grande senhor que era meu pai comprou um cavalo. Lindíssimo, com alguma aptidão, o cavalo que qualquer equitador teria prazer em 'arranjar' o cavalo. Até aqui tudo bem, foi montado e comprado. Passado 3 dias começa a coxear duma perna.
BARRETE!... Já se sabia de antemão que o cavalo coxeava, mas foi-lhe injectada qualquer coisa, algo para as dores não sei ao certo, e o cavalo durante aquele tempo andou bem.

Isto p'ra mim é uma lição.
Quero um dia poder comprar cavalos sem ter medo de ser enganado por gente maliciosa.

Enfim... :x

Cumprimentos

António
No que toca a cavalos, não sei quase nada... Mas vontade de aprender não me falta.

Responder

Voltar para “Hipoterapia e Equitação Terapêutica”