Trabalhar um cavalo à guia

Esta secção é para todos os temas que não estejam incluidos nas outras secções

Moderador: Filipe Graciosa

Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#16 Mensagem por João dee Deus » segunda out 30, 2006 5:17 pm

Luis

Daí eu terminar com a observação de ser ou não preciso.

Mas há casos e casos e como já disse atrás estes aparelhos dão-nos uma gama infinita de aplicações em que temos de por a nossa cabeça a funcionar.
Como já disse o ferro do cavalo,ou seja a boca, é o ponto móvel do cavalo,que ao ser "manipulado" coloca a cabeça e pescoço como queremos e é conveniente para o tipo de ensino em questão.
Neste caso seria apenas para o cavalo continuar a sentir um "apoio"ligeiro mesmo depois de ceder à fixa.
Mas estes exercicios teem de ser feitos com a cabeça para lá da vertical para depois ao montar se rectificarem as coisas com apoio extra para então ir à vertival de chanfro.

saudações Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

AnaE
Mestre de Equitação
Mensagens: 1051
Registado: terça jun 08, 2004 8:10 pm

#17 Mensagem por AnaE » segunda out 30, 2006 5:49 pm

Pois... acho que começo a entender essa ideia... mas parece-me que bem regulado um gogue elastico terá uma acção mais suave e igualmente eficaz comparativamente às rédeas fixas. Mas isto é só o que me parece... na realidade não tenho experiência para comparar uma com a outra. Nem tenho preconceitos com nenhuma delas... o que me interessa é perceber em que situações uma será mais indicada que a outra e qual é efectivamente a sua acção.

Quanto á falta de impulsão... em principio quem está a passar ao cavalo á guia devia saber manter ou incentivar a impulsão no cavalo. :D

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#18 Mensagem por João dee Deus » segunda out 30, 2006 11:01 pm

AnaE

Não há que comparar uma com a outra pois são para fins semelhantes mas diferentes.

O Cavalo tem de apoiar-se no ferro, de molde a encarpar, com a impulsão dada pelos posteriores.
Uma das dificuldades está em não provocar o abaixamento da frente o que é o contrário do pretendido...para ensino.
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

AnaE
Mestre de Equitação
Mensagens: 1051
Registado: terça jun 08, 2004 8:10 pm

#19 Mensagem por AnaE » segunda out 30, 2006 11:28 pm

mas parece-me que bem regulado um gogue elastico terá uma acção mais suave e igualmente eficaz comparativamente às rédeas fixas.
Retiro o que disse... efectivamente não são comparáveis... servem para coisas diferentes.

parece-me que simplesmente que nenhuma destas coisas se consegue comparar com a acção da mão, mas terão alguma utilidade para trabalhar a musculatura do cavalo livre do peso do cavaleiro... para que ele depois as possa solicitar montado.

mas estar a falar destas coisas em teoria... tb não dá grande resultado. :roll:

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#20 Mensagem por João dee Deus » terça out 31, 2006 4:36 am

E acima de tudo poupa as costras ao cavaleiro :wink:
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Responder

Voltar para “Diversos”