POLDRO COM MANIA DE MORDER

Esta secção é para todos os temas que não estejam incluidos nas outras secções

Moderador: Filipe Graciosa

Mensagem
Autor
albernaz
Iniciado
Mensagens: 15
Registado: quinta out 27, 2005 10:18 am

POLDRO COM MANIA DE MORDER

#1 Mensagem por albernaz » sábado mai 27, 2006 1:51 am

Tenho um poldro com 2 anos e ele gosta muito de dar as suas dentadas.
Qual a melhor solução?
Trabalho intenso?
Obrigado a todos pelas vossas opinioes.

ANA.
Sela 04 (estribo de bronze)
Mensagens: 52
Registado: segunda nov 14, 2005 11:22 pm

#2 Mensagem por ANA. » sábado mai 27, 2006 6:18 am

Albernaz

o poldro morde nas pessoas ?

albernaz
Iniciado
Mensagens: 15
Registado: quinta out 27, 2005 10:18 am

poldro

#3 Mensagem por albernaz » sábado mai 27, 2006 8:06 am

Tenta morder,para o que eu julgo ser para brincar,mas é sempre uma dentada de um cavalo. :shock:

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#4 Mensagem por luis pedro » domingo mai 28, 2006 8:59 am

Olá Albernaz,
Com autoridade mas sem violência desnecessária e evitando situações que facilitem o mordiscar.
Trabalho intenso num poldro com 2 anos é que não.
Cumprimentos,
Luis Pedro

Joaquim Eduardo
Sela 04 (estribo de bronze)
Mensagens: 59
Registado: quinta abr 29, 2004 8:12 am
Localização: genebra Suissa
Contacto:

#5 Mensagem por Joaquim Eduardo » domingo mai 28, 2006 1:19 pm

Ola Albernaz

Ja aqui foi falado no foram sobre cavalos que mordem, podes ir ver no topico DIVERSOS/ATITUDES DO CAVALO

pessoalmente ja tive esse problema com um cavalo inteiro de 5 anos de um amigo meu.
O cavalo nao tinha sido ensinado a diferenciar o que eu chamo o mordilhar com os labios, e que é utilizado nos cavalos selvagens como modo de comunicação, e o morder por falta de "respeito".
O morder com os dentes nunca deve ser autorizado num cavalo, e de cada vez que o faça deve ser repreendido com autoridade imidiatamente. atenção, autoridade não violência.
Eu adaptei o método de Monty Roberts-Join Up, (ver DIVERSOS/EQUITACAO HITHOLOGICA), do seguinte modo.
Como não tinha picadeiro circular trabalhei à guia solta, ou seja sem pressão, desde que o cavalo dava sinais de submição, (pescosso baixo, orelhas p/ frente, etc) deixava-o aproximar-se do centro, e no contacto comigo cada vez que elle mostrava a intenção de morder, imediatamente fazia-o trabalhar em circulo, aumentando a pressão psicologica. mais uma vez desde que ele mostrava submição deixava-o vir ao centro, até que elle compreende-se que se mordia tihna imediatamente o desconforto do trabalho, e se ficar quiéto, tinha o conforto do centro e caricias.
Atenção não abusar com este trabalho, e nunca mais de 20 min por sessão.

Saudações hipicas.

Joaquim Eduardo

Avatar do Utilizador
cervantes
Monitor de Equitação
Mensagens: 465
Registado: segunda dez 12, 2005 8:19 pm
Localização: Londres / Porto
Contacto:

#6 Mensagem por cervantes » domingo mai 28, 2006 11:31 pm

Concordo com o Luis Pedro: - O trabalho intenso num poldro de 2 anos não funciona!
A meu ver a solução apresentada por Albernaz, apesar de poder ser a indicada para um cavalo "adulto", também não se deve aplicar (com eficacia) a este caso.

Estamos a falar de um poldro que se encontra a "moldar" a sua personalidade, em contacto com o "lider" humano quando devia estar ainda no campo a "mandar cangochas" e a observar o mundo. Se ele não pode brincar aos 2 anos, então quando o poderà fazer???!!!!

As atitudes "Pavlovianas" nesta idade ainda não são suficientemente interiorizadas pelo poldro e poderão nomeadamente levar ao "espirito de revolta". A recompensa (fundamental) é ainda dificilmente associada à "boa acção".

Neste cvaso, a meu ver, temos de ver mais longe: em primeiro lugar identificar a investida para morder: de negociação, ternura ou pelo contrario de franca malvadez (assim como existem pessoas mas, também existem cavalos maus (de instinto). No primeiro caso a sua atitude não é grave e acabara por desaparecer por via do dialogo (e alguns toques de cabeção), se o caso for o segundo apresentado... então meu amigo tem um sério problema que deve ser resolvido também com tempo e acima de tudo calma e perseverança.

Espero ter ajudado.

Cts Cavaleiros,

Virgilio Cervantes

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

poldro

#7 Mensagem por João dee Deus » segunda mai 29, 2006 7:18 am

Albernaz

Duvido que esse poldro estando em liberdade te vá mordiscar.

Ele poderá fazer isso porque não tem mais nada o que fazer possivelmente dentro de uma box ou padok.Como não sabe falar e não tem outra maneira de te chamar à atenção,ele ameaça morder.Ele quer inter-agir.

Se não o "ouvires" ele vai perceber que tem de ser mais persuasivo e torna essa acçao mais intensa podendo chegar a usar os dentes.E resulta porque quando ele os usar,tu vais reagir que é afinal o que ele sempre quis.Ele ganhou.

Tenta relacionar-te com ele sem momentos mortos junto dele,porque ele vai logo querer recomeçar a "conversa".

Para impores respeito,quando ele "abeiçar"é logo uma pequena palmada lateral no focinho,daquelas que fazem mais barulho do que outra coisa.Só uma e "em cima do acontecimento".
Até podes provocar a investida, dele preparando-te para dares a palmada para que ela caia logo no momento.

saudações Marialvas


.
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Tânia R. F.
Iniciado
Mensagens: 20
Registado: quarta jan 04, 2006 1:26 pm

#8 Mensagem por Tânia R. F. » terça set 05, 2006 4:26 pm

O meu cavalo, com 7 anos, apresenta o mesmo problema desde que veio para as nossas mãos (com 5). A primeira coisa que me faz qd vou ter com ele à box é: uma grande "relinchadela" e a boquinha aberta para me dar uma trinca!

Tenho q estar sempre atenta, pq ele está sempre pronto para uma trinca! E de vez em qd faz doer!!! Já fizémos um trabalho com um cabeção de cordas e com uma guia feita de corda pesada, onde tudo se faz como o Joaquim Edurado referiu, qd está a querer vir ter connosco e mordiscar abanamos a corda até ele começar a recuar, aí paramos. Depois chamamos, se estiver submisso, termina aí o trabalho, senão, voltamos tudo ao início. isto deu muito resultado, mas depois deixámos de fazer, continuou-se o trbalho "normal" e...........voltou ao mesmo. Mas temos é q fazer isto constantemente, já q isso faz parte do trabalho do cavalo, não unicamente de exercícios!!!

A constância em tudo, é o q nos dá cavalos sãos em todos os aspectos. :wink:

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

goluseimas

#9 Mensagem por João dee Deus » terça set 05, 2006 8:59 pm

Isso é o reverso da medalha as goluseimas.

Elas não devem ser dadas logo que chegues ao pé dele,e só depois de algumas festas e tempo de espera para ele não associar a tua aparição com a goluseima.

Estas glouseimas devem ser em fruta ou legumes.

Para resolver é o que sugeri no meu post anterior.

saudações Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Tânia R. F.
Iniciado
Mensagens: 20
Registado: quarta jan 04, 2006 1:26 pm

#10 Mensagem por Tânia R. F. » terça set 05, 2006 10:11 pm

Tens razão João, são as guloseimas............ :roll: :lol:

Avatar do Utilizador
Dr.Elina
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 183
Registado: segunda jul 19, 2004 5:54 pm
Localização: Penafiel
Contacto:

#11 Mensagem por Dr.Elina » quarta set 06, 2006 5:27 am

Isto das guloseimas também depende do temperamento do cavalo.

Por exemplo, a minha Aljava, tanto a minha mãe como eu lhe damos "doces" à mão e nunca mas relmente nunca lhe passaria pela cabeça mordiscar ou mesmo morder.

E o meu poldro, quem sempre recebe os doces da manjedoura e nunca à mão, quere sempre brincadeira e tenta mordiscar.

Claro que a idade do cavalo também conta ;) A égua já sabe mais do que todos nós juntos mas o poldro ainda está no início da sua aprendizagem :)

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#12 Mensagem por João dee Deus » quarta set 06, 2006 5:54 am

E os donos também vão envelhecendo e alterando os critérios rígidos da afirmação propria como equitadores,alem da influencia do meio.
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Tânia R. F.
Iniciado
Mensagens: 20
Registado: quarta jan 04, 2006 1:26 pm

#13 Mensagem por Tânia R. F. » quarta set 06, 2006 4:28 pm

O que os dois disseram é verdade, mas Dr. Elina, a égua é que não morde e duvido que mordesse quando era nova.
Já o meu Sóbrio, tem 7 e é inteiro............e nós já sabemos o que é q na maioria das vezes significa. :roll:

Mas olhem, melhor isso do que desatar a correr por ver uma menina! E isso ele não faz. :wink:

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

Marialvismo

#14 Mensagem por João dee Deus » quarta set 06, 2006 8:23 pm

Então será um Sobrio Marialva :lol: :lol:
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Tânia R. F.
Iniciado
Mensagens: 20
Registado: quarta jan 04, 2006 1:26 pm

#15 Mensagem por Tânia R. F. » quarta set 06, 2006 9:29 pm

:lol: :lol: :lol:

Responder

Voltar para “Diversos”