Deve-se juntar óleo vegetal á ração dos cavalos?

Fórum do Tema

Moderadores: Filipe Graciosa, Isabel da Franca

Mensagem
Autor
Isabel da Franca
Iniciado
Mensagens: 17
Registado: sexta set 02, 2005 10:29 pm
Localização: Lisboa
Contacto:

Deve-se juntar óleo vegetal á ração dos cavalos?

#1 Mensagem por Isabel da Franca » sexta set 02, 2005 10:45 pm

Olá,

Deve-se juntar óleo vegetal á ração dos cavalos?

scarlett
Espectador
Mensagens: 7
Registado: quarta jan 28, 2004 11:42 am

#2 Mensagem por scarlett » domingo set 18, 2005 12:42 pm

Não é óleo vegetal que se usa, mas sim óleo de milho.
A indicação que tenho é de ser benéfico para o pêlo a nível de fortalecimento e brilho. Basta uma chávena de café por dia, mas não será preciso dar todos os dias.

Espero ter ajudado!
Melhores cumprimentos,
Scarlett

Isabel da Franca
Iniciado
Mensagens: 17
Registado: sexta set 02, 2005 10:29 pm
Localização: Lisboa
Contacto:

#3 Mensagem por Isabel da Franca » segunda set 19, 2005 11:40 pm

Olá scarlett,

Obrigada por ter respondido a esta pergunta, eu quando a formulei era com o intuito de abrir um debate, ou tentar estimular as pessoas a esta pratica. :D :D

Então quando se fala em oleo vegetal, este pode ser de soja, milho, girassol,colza, etc..., no entanto o mais adequado para os cavalos é o de milho é bastante bom, mas em Portugal devido ao calor deve-se utilizar com sucesso o oleo de soja, uma vez que se mantém mais tempo em boas condições, não rança (que é a oxidação das gorduras). :oops:

A explicação muito sucinta, para o pelo ficar mais bonito é a seguinte, o oleo na alimentação dos cavalo, faz aumentar a digestibilidade das rações, e outros alimentos fibrosos, uma vez que modifica a flora de bactérias do intestino e lubrifica-o.

São estas bactérias que digerem a fibra que vai "alimentar" o cavalo, logo bactérias saudáveis, cavalos saudáveis. :lol: :oops:


Espero ter dado algumas luzes sobre este tema, que gostaria que fosse mais debatido e participado.

Participem...... :shock:

Isabel da Franca
Última edição por Isabel da Franca em quarta nov 14, 2007 11:53 am, editado 2 vezes no total.

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

oleo

#4 Mensagem por João dee Deus » terça set 20, 2005 7:04 pm

Isabel

Na ração que eu dou aos meus Cavalos,misturo aveia.

Como parte dela sai nas fezes ainda inteira,costumo pô-la de molho 48 horas,antes de lhas dar.

Deste modo consigo que apenas 10% saia inteira.

Se adicionar oleo vegetal esses 10% são digeridos.?

Se adicionar oleo todos os dias que quantidade devo dar.?

Não importando a conservação,qual é o óleo mais "eficaz"para aumentar o aproveitamento do alimento.?

Nos Cavalos,quanto tempo levam os alimentos desde que são ingeridos até ser evacuados.?

Os farelos de trigo são aconselháveis na composição da ração.?

São algumas perguntas que julgo serem de interesse geral.

Saudações marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Isabel da Franca
Iniciado
Mensagens: 17
Registado: sexta set 02, 2005 10:29 pm
Localização: Lisboa
Contacto:

#5 Mensagem por Isabel da Franca » segunda out 03, 2005 11:06 pm

Olá João de Deus.

Respondendo as suas questões, vou começar por lhe dar uma breve referência sobre a aveia, como já deve saber, esta é constituida por um grão de casca de celulose muito compacta(que os ácidos do estomago e os microorganismos do intestino não conseguem digerir) e um interior de amido com um valor nutritivo relativamente alto.

Ao pôr a aveia de molho vai-lhe amolecer a casca rija, e provocar uma pequena fermentação nesta, o que vai facilitar a trituração desta pelos dentes, e mais tarde uma melhor digestão por parte dos microorganismos do intestino. Pratica que eu desaconselho, mas em alguns casos tem dado bons resultados.

A aveia para ser bem digerida tem que ser partida, de modo que as enzimas e os microorganismos possam assim entrar em contacto com o miolo do grão (a parte com valor nutritivo), ao adicionar o óleo, este não vai actuar sobre a casca, mas sim ao nivel de dos microorganismos do intestino e também ao nivel das enzimas por parte do figado, assim os 10% que não são digeridos, vão continuar a manter-se.

Deve-se adicionar óleo de milho (mais caro) ou de soja, tanto faz, uma vez que vai benificiar o animal a vários nivéis, e vai aumentar a densidade energética do alimento (o valor nutritivo da ração), a quantidade que se deve adicionar é de 1 dl por dia, em cavalos com pouco trabalho ou idosos (+ de 13 anos), e de cerca de 2 a 2.5 dl em cavalos com trabalho normal a intenso.

Pode-se e deve-se dar o oleo todos os dias, principalmente em alturas de muito trabalho, stress, ou em convalescência.

Nos cavalos os alimentos levam de 42- 62 horas desde que são ingeridos até serem evacuados. O minimo para alimentos pouco fibrosos e de boa qualidade ( grãos de cereais, aveia bem partida, rações de cereais cruas e cozidas, e fenos de boa qualidade), e um maximo para alimentos muito fibrosos, palhas, fenos e forragens secas de má qualidade, etc.), logo para uma alimentação composta de cereais e fenos/palhas, o tempo de evacuação e de cerca de 2 dias (48 Horas).

Os farelos de trigo são desaconselhados em grandes quantidades, principalmente para éguas gestantes e poldros em crescimento, uma vez qua possuem grande quantidade de oxalatos e fitatos, que diminuem a absorção de cácio por parte do organismo, no entanto é um bom alimento para os cavalos, desde que não ultrapasse os 5 % do total do alimento.

Espero ter respondido a todas as suas perguntas com clareza, e deste modo ter ajudado de alguma forma.

Continue a fazer perguntas, que eu tentarei responder, pois acho muito importante as perguntas que tem formulado, uma vez que todos aprendemos com as experiencias uns dos outros.

Saudações

Isabel da Franca

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

A alimentação de um Cavalo

#6 Mensagem por João dee Deus » terça out 04, 2005 12:22 pm

Isabel

Obrigado pela elaborada resposta.

A aveia tem sido o meu recurso natural para pôr em forma um Cavalo.
De tal maneira que em certos casos,tenho de a cortar,pois fico com dificuldade em os segurar.Ficam a parecer todos Árabes.
O recurso que uso em pô-la de molho é porque não tenho electrecidade,senão moía-a.
Mas quando a tiver vou continuar a pô-la de molho embora menos tempo.
Realmente acho que para aquelas pessoas que não dedicam todo o tempo com os Cavalos,torna-se complicado "puxar" tanto pôr eles.

Tenho feito experiências com os meus Cavalos acerca do tempo que levam a digerir.É variável,mas tenho um,que é muito sôfrego,que consegue "digerir" em menos de dois dias.
Pouco aproveita,para deleite da passarada.!

Agora o meu problema é local,e é a carência de Cálcio,que é própria desta região (Covilhã).Aqui só há granito.É tudo muito ácido.
Daí,alguns problemas com o cescimento dos cascos.
Se os farelos condicionam a absorção de cálcio,já não me interessam.
Na agricultura,o cálcio so é fixado quando em conjunto com o Fósforo.
Na alimentação também é assim.?

Se for assim,gostava de saber que alimentos podem fornecer estes dois elementos com maior "densidade" que para aqui,são fundamentais.

Também tenho um Cavalo magricela, com bastante sangue Inglês,que talvês por isso,enquanto os outros pastam,ele fica a olhar para o ar.
Deve ser um caso patológico.
Já o tive separado durante 6 meses,e ele só comia a ração e as melhores partes do feno,o resto dixava.
Nunca engordou como eu queria.
Voltou para o campo.


Acho que vamos beneficiar muito com a colaboração da Isabel.

Saudações Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

AnaE
Mestre de Equitação
Mensagens: 1051
Registado: terça jun 08, 2004 8:10 pm

#7 Mensagem por AnaE » quinta out 06, 2005 2:36 pm

Olá a todos

Achei este tópico interessante e vem mesmo a calhar.

Ainda há poucos dias o dono de uma égua que está no mesmo sitio do Miró, comentava que tinha começado a dar-lhe sementes de linho (um suplemento que se vende numa grande superficie desportiva) e que o pelo estava uma maravilha... o que pude constatar, apesar da égua estar sempre com muito boa apresentação. Um dos tratadores do exército que ouviu a conversa, comentou que eles costumam dar óleo aos cavalos também com esse fim (óleo alimentar normalissimo).

A ligação entre a administração de óleo para melhorar a aparência do pêlo e facilitar a digestão intrigou-me.... mas pelos vistos é mesmo assim.

Relativamente ao linho... não sei se também é uma opção válida e se também tem os beneficios do óleo de milho, ainda que seja um vegetal rico em óleo?

Vou começar a experimentar, por isso gostava de saber se o óleo de milho é daquele normal que se vende no supermercado ou em ervanárias, ou se há algum especialmente indicado?

Para um cavalo de 11 anos (não muito grande) que trabalha dia sim dia não, qual é a dose indicada?... 1 dl p dia é suficiente?

obrigada e boas cavalgadas :D

AnaE
Mestre de Equitação
Mensagens: 1051
Registado: terça jun 08, 2004 8:10 pm

#8 Mensagem por AnaE » quarta dez 07, 2005 10:53 am

É prejudicial dar milho fresco a um cavalo ainda em maçaroca... tipo guloseima...?

(é só porque sobraram-me umas)

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

c

#9 Mensagem por João dee Deus » quarta dez 07, 2005 11:58 am

Ana

Milho fresco é do melhor, pelo menos para os meus, talvês por estarem habituados.

Eles começam por uma ponta e para a partirem começam a dizer que sim. Deve ser também porque estão a gostar e "dizem" Venham mais !!!
De qualquer modo, e para toda a nova alimentação,deve-se dar pouco no princípio.

Saudaçõeds Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

AnaE
Mestre de Equitação
Mensagens: 1051
Registado: terça jun 08, 2004 8:10 pm

#10 Mensagem por AnaE » quarta dez 07, 2005 1:48 pm

.. eh eh eh ... há alguém que vai ficar a ganhar! :wink:

Pedro T.
Iniciado
Mensagens: 14
Registado: quarta jan 26, 2005 6:43 pm

#11 Mensagem por Pedro T. » quinta dez 08, 2005 10:05 pm

:D olá é hoje a primeira vez que estou a participar no forum, e venho para a aprender e tb para colocar à discussão um pouco dos meus modestos conhecimentos que tenho adquirido ao longo dos anos de convivio com os nossos amigos de quatro patas, por isso eu vou dizer ao srº João que quando quero recuperar um cavalo não o faço com aveia (é pão) faço com algo com proteina, fava (demolhada) e resulta quanto ao suplemento de calcio e fosforo, zinco etc, tenho produto um que considero bom, não quero estar a dizer marcas aqui no forum ( se quiser envio-lhe a marca em off).
Quanto á alimentação de um cavalo julgo que o mais importante não é rações não é vitaminas mas sim o FENO, um feno de qualidade é o ideal
tenho sempre os meus cavalos a comerem feno de aveia semeado para lhes dar o sustento e feno "nascidiço" que lhe dá uma variedade de ervas, e este tem uma vantagem extra um maior teor de "Sal" uma vez que é feno da beira Mar, e um pouco de ração com proteina entre os 12- 14 %. os meus Cavalos têm pelo brilhante. desparsitações minimo 2 vezes ano.

Obrigado, bem hajam.

Pedro T.
Iniciado
Mensagens: 14
Registado: quarta jan 26, 2005 6:43 pm

#12 Mensagem por Pedro T. » quinta dez 08, 2005 10:17 pm

:) PS. os meus cavalos têm mt sangue Inglês são Anglo-Lusos mas não são fininhos. Atenção são só 2 mãe e filho. O poldro é filho de um Lusitano puro que talvez não tenha 1,60 e o poldro aos seis meses mede 1,34 m.

Já Agora podem dizer-me se irá ficar mt alto ?? é normal para um cavalo de 1,60, 1,65 ter aos seis meses esta altura ???

Atenção não estão à venda. :D :D :D :D

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

c

#13 Mensagem por João dee Deus » quinta dez 08, 2005 10:19 pm

Pedro

Ainda bem que decidiste colaborar,mas tens de confessar que levaste muito tempo.
Acompanhaste o fórum durante todo este tempo?

Acerca da alimentação,eu uso a aveia porque é o que tenho aqui mais à mão,e semeio na quinta.

O feno que dou é espontâneo, deve ser o que tu chamas nascidiço.

Mas cuidado com as rações muito fortes. O Homem que me ensinou bastante sobre isso,dizia que "a ração sendo muita e forte, ou sai pelo suor,ou pelas patas". Referia-se aos águamentos.

Saudações Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Pedro T.
Iniciado
Mensagens: 14
Registado: quarta jan 26, 2005 6:43 pm

#14 Mensagem por Pedro T. » sexta dez 09, 2005 5:22 pm

8) embora me tenha registado em janeiro só agora passei a acompanhar
estive mt tempo sem aceder.

feno espontaneo é o que eu chamo "nascidiço" ou seja que não foi semeado pelo homem.

Sim sim concordo consigo quanto ao excesso de "grão" pode causar aguamento, por isso digo que um bom feno é o essencial. a ração apenas como complemento e não como base de alimentação.

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

c

#15 Mensagem por João dee Deus » sexta dez 09, 2005 6:06 pm

Pedro

É isso tudo.

A mesma fonte também dizia que os Cavalos têm de ter sempre a tripa cheia porque a vasilha é pequena.(referia-se ao estômago)

Era um Homem espectacular, com ditos muito populares mas cheios de sabedoria.

saudações Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Responder

Voltar para “Alimentação”