Trabalhar um cavalo a mão

Fórum da modalidade

Moderadores: Filipe Graciosa, APD

Responder
Mensagem
Autor
xanatome
Iniciado
Mensagens: 21
Registado: domingo out 29, 2006 9:13 pm
Localização: Bristol, Inglaterra

Trabalhar um cavalo a mão

#1 Mensagem por xanatome » sexta fev 09, 2007 2:07 am

Bom, acima de tudo gostaria de ter alguns conselhos e dicas sobre a melhor forma de o fazer. Eu tenho alguma experiencia, mas ja nao o faco ha uns bons anos e recentemente comecei a trabalhar a minha egua de 4 anos tambem a mao, porque acho que e uma parte importante do ensino do cavalo e da propria relacao cavalo-cavaleiro.

Tenho tido bons resultados com este trabalho, mas gostava que partilhassem experiencias, opinioes e dicas!!!! :D :wink:

(Peco desculpa pela falta de acentos, mas estou a escrever com um teclado ingles...)

AnaE
Mestre de Equitação
Mensagens: 1051
Registado: terça jun 08, 2004 8:10 pm

#2 Mensagem por AnaE » sexta fev 09, 2007 2:18 am

Olá Xana!

Quando o meu cavalo era trabalhado por um equitador ele muitas vezes trabalhava-o à mão antes de montar e era muito bom porque ele ficava bem mais relaxado, quando era montado a seguir.

Eu tentei poucas vezes... senti que me faltava sensibilidade nas mãos e que isso tornava-se irritante para o cavalo que não percebia o que eu estava ali a fazer ao lado dele e tentava furtar-se o mais depressa possível.

No futuro é uma área que pretendo aprender.

xanatome
Iniciado
Mensagens: 21
Registado: domingo out 29, 2006 9:13 pm
Localização: Bristol, Inglaterra

#3 Mensagem por xanatome » sexta fev 09, 2007 2:30 am

Bem, foste rapida a responder!!! Eu acho que pratica faz a perfeicao, mas acho que trabalhar a mao nao e muito facil, mas definitivamente so tras bons resulatdos! :wink:
Eu nao tenho de momento ninguem a ajudar-me, mas como ja o tinha feito antes, e so relembrar umas coisas e tentar seguir uma determinada "linha", conforme eu vou vendo o que acontece. E estranho, eu sempre tive alguem para ajudar-me, tipo a olhar por cima do ombro e dar-me algumas indicacoes, mas pela primeira vez estou a fazer todo sozinha (por enquanto). Mas mais daqui uns tempos espero fazer umas"clinicas" com cavaleiros experientes e que eu gosto aqui na Inglaterra. :)

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#4 Mensagem por João dee Deus » sexta fev 09, 2007 3:38 am

Xana

Trabalhar um cavalo à mão é uma coisa.

Trabalhar um cavalo do chão é outra.

Complementam-se mas pode facilmente estabelecerem-se os limites, mas agora nessa tua próxima "clínica" vais perceber, é só esperar.

saudações marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

xanatome
Iniciado
Mensagens: 21
Registado: domingo out 29, 2006 9:13 pm
Localização: Bristol, Inglaterra

#5 Mensagem por xanatome » domingo fev 11, 2007 6:29 am

??????????

Gostaria de "ouvir" mais comentários please!! :wink:

Rogers
Monitor de Equitação
Mensagens: 441
Registado: sexta jun 23, 2006 5:28 am
Localização: Inglaterra
Contacto:

#6 Mensagem por Rogers » domingo fev 11, 2007 9:57 pm

Oi Xana!

Não posso fazer grandes comentários, pois é um assunto que técnicamente sei pouco, logo faço pouco, mas acho um parte fundamental no incino do cavalo e estou só á espera que o meu instrutor recupere para ele dar-me umas aulinhas.

Lá na Inglaterra podias fazer umas clinicas com o João Lynce ou com o Jorge Pereira. Também há um Bruno que vai lá mas não o conheço portanto n sei se é bom ou não. Também há a Mary Wanless, mas acho que ela só dá aulas de biomecanica da posição e o resto ela não ensina, apenas faz com os Lusitanos dela.

Se quiseres posso tentar saber de mais pessoas que dão essas aulas lá.
Nunca desistir, por muito dificil que seja que um dia...havemos de vencer!

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#7 Mensagem por luis pedro » segunda fev 12, 2007 7:37 am

Olá Rogers,

O João Lynce e o Jorge Pereira, por acaso, moram em Portugal e no intervalo das clínicas em Inglaterra dão aulas em casa.

Luís Pedro

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#8 Mensagem por João dee Deus » segunda fev 12, 2007 7:51 am

Agora só falta convençê-los a inscreverem-se aqui no forum e explicarem à Xanatone como se faz......

saudações Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

xanatome
Iniciado
Mensagens: 21
Registado: domingo out 29, 2006 9:13 pm
Localização: Bristol, Inglaterra

#9 Mensagem por xanatome » segunda fev 19, 2007 3:16 am

Mais opinioes?? :lol:

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#10 Mensagem por luis pedro » segunda fev 19, 2007 7:38 am

Olá Xanatome,

Vou tentar escrever alguma coisa que possa ajudar-te, vou tentar pois trata-se de um tema de que gosto mas do qual não tenho a minima experiência de ensinar.

O primeiro "passo" a dar é obter a confiança do cavalo habituando-o a avançar por solicitação da vara (de preferencia junto à cilha) e da voz, em torno do equitador, deslocando-se este para trás (recuando) sobre a pista que pretende percorrer. A acção da mão deve ser "trazer" o cavalo na nossa direcção evitando "empurrar" contra a boca.

O passo seguinte será segurar a "rédea de fora", esta passa por cima do pescoço e imediatamete à frente do garrote (é necessária alguma prática para não a deixar escorregar para o meio do pescoço e simultâneamente usar a vara). Esta rédea tem uma acção fundamental pois regula a encurvação do pescoço e, mais adiante, vai ter um papel determinante no controlo da espádua exterior para permitir "chegar" à garupa (rotação inversa).

O trabalho acima referido deve ser executado inicialmente a passo e depois a trote tirando partido de um circulo pequeno e com forte encurvação favorecendo a descontracção da "linha de cima" conjugado com o pedido de transição ao trote (andando para diante e não para o lado) para um circulo maior.

Luis Pedro

Avatar do Utilizador
Sentry
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 111
Registado: terça mai 23, 2006 4:18 am
Localização: Évora
Contacto:

#11 Mensagem por Sentry » quarta fev 21, 2007 8:05 pm

Uma pergunta Sr. Luis Pedro, a este trabalho chama-se "Trabalho em Rédeas Longas"?

Não tenho a certeza do nome, mas eu costumo fazer isso também e uma indicação que o meu instrutor me dá é para eu ter a mesma "passada" que o cavalo tem.

Saudações

AnaE
Mestre de Equitação
Mensagens: 1051
Registado: terça jun 08, 2004 8:10 pm

#12 Mensagem por AnaE » quarta fev 21, 2007 9:50 pm

Olá Sentry, o trabalho à mão pode ser feito ou não com rédeas longas. Também se pode trabalhar á mão com as rédeas curtas.

Avatar do Utilizador
Sentry
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 111
Registado: terça mai 23, 2006 4:18 am
Localização: Évora
Contacto:

#13 Mensagem por Sentry » quarta fev 21, 2007 10:56 pm

Olá Ana. Referi-me a Rédeas longas mesmo por termo, porque sei que se podem usar esses dois "tipos" de rédeas que mencionou.

Ao inicio é um pouco dificil trabalhar mas no meu caso quando lhe tomei o gosto... :lol: :lol:

Saudações

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#14 Mensagem por luis pedro » quinta fev 22, 2007 6:01 am

Olá Sentry,

Não se trata da mesma coisa, o trabalho que referi é também conhecido por "trabalho à vara". O equitador segura a rédea junto (uma mão travessa) ao bridão com a mão do lado para o qual o cavalo anda, a outra mão segura a "rédea de fora" (que passa por cima do pescoço) junto à espádua, um pouco acima e à frente do codilho.

O trabalho em "rédeas longas" requer a utilizazão de umas rédeas iguais ou semelhantes às "guias", utilizadas na atrelagem. O equitador desloca-se atrás do cavalo ou no centro do circulo (neste ultimo caso é conveniênte usar um "cilhote" ou cilhão com argolas para ajudar a manter a posição da rédea exterior).

Luis Pedro

Responder

Voltar para “Ensino”