Rédeas Fixas

Fórum da modalidade

Moderadores: Filipe Graciosa, APD

Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
martassreis
Ajudante de Monitor de Equitação
Mensagens: 90
Registado: quinta ago 17, 2006 4:43 pm
Localização: Porto

Rédeas Fixas

#1 Mensagem por martassreis » terça ago 28, 2007 1:03 am

Bom dia,

Será que me podiam esclarecer quais as grandes vantagens das rédeas fixas, assim como se usam. Tenho visto cavalos a serem trabalhados à guias com rédeas fixas, mas quais os objectivos de as usar?

Obrigada

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#2 Mensagem por luis pedro » terça ago 28, 2007 4:22 pm

Olá Marta...

As rédeas fixas, bem como a maioria dos "aparelhos" usados, servem para colocar o cavalo numa atitude mais favorável para trabalhar desenvolvendo os vários músculos no "bom sentido" ou seja favorecendo o cavalo "redondo"

Devem ser usadas no trabalho à guia, com o cavalo aparelhado com cabeçada de bridão sem focinheira, a guia fixa ao cabeção devidamente ajustado por forma a que a faceira exterior não se desloque para cima do olho.

As rédeas devem ser ajustadas sensívelmente a meia altura do tronco do cavalo (podendo a exterior estar um pouco mais baixa do que a interior e esta ligeiramente mais curta, até 5 cm, atenção que baixar a rédea alonga o comprimento) e com um comprimento que permita ao cavalo manter o pescoço, naturalmente, estendido e o chanfro ligeiramente adiante da vertical.

O equitador deve (obrigatóriamente) usar o chicote para manter o cavalo "encostado" à guia e "para diante", não confundir com fugir.

O trabalho deve ser a trote e a galope evitando o passo por as rédeas fixas impedirem o "bascular" do pescoço imprescindível na mecânica deste andamento e sob pena de destruir a regularidade dos 4 tempos.

luis pedro

Sofia e Sabre
Monitor de Equitação
Mensagens: 305
Registado: quarta abr 18, 2007 5:43 am

#3 Mensagem por Sofia e Sabre » terça ago 28, 2007 4:43 pm

Luis Pedro, sempre vi usar redeas fixas c a cabeçada c bridao mas COM FOCINHEIRA...

Avatar do Utilizador
martassreis
Ajudante de Monitor de Equitação
Mensagens: 90
Registado: quinta ago 17, 2006 4:43 pm
Localização: Porto

#4 Mensagem por martassreis » quarta ago 29, 2007 3:36 am

Obrigada Luis Pedro. E quais as redeas fixas mais aconselhadas: com uma parte de elastico ou totalmente fixas? Já vi os 2 tipos em utilização

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#5 Mensagem por luis pedro » quarta ago 29, 2007 3:20 pm

Olá Marta,

Prefiro as sem elásticos, tem uma acção mais semelhante com o pretendido ou seja: À resistência, elas resistem (com elásticos cedem) e à cedência elas cedem imediatamente (com elásticos ainda mantem alguma tensão).

Olá Sofia,

A focinheira não serve para nada, só prejudica o correcto ajustamento do cabeção.
Como sabes, a focinheira destina-se a limitar ou impedir o cavalo de abrir a boca, o cabeção provoca o mesmo efeito apesar de se destinar a outro fim.

luis pedro

Avatar do Utilizador
martassreis
Ajudante de Monitor de Equitação
Mensagens: 90
Registado: quinta ago 17, 2006 4:43 pm
Localização: Porto

#6 Mensagem por martassreis » quinta ago 30, 2007 9:19 am

Obrigado Luis Pedro pela informação tão completa.

miguel ferreira
Espectador
Mensagens: 9
Registado: segunda dez 18, 2006 11:29 pm

#7 Mensagem por miguel ferreira » sexta ago 31, 2007 12:58 pm

Ola a todos!

Luis...na minha opiniao devem-se usar as redeas fixas com elasticos pois os elasticos das redeas fixas que sao comercializadas ainda sao um bucado rigos e desta forma o cavalo nao tem a redea totalmente fixa de modo que se houver alggum movimento brusco por parte do cavalo a redea cede um bucado, mas nao muito. Alem disso com as redeas fixas de elastico tambem se pode trabalhar o passo.

sao estas as vantagens das redeas fixas com elastico ;)

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#8 Mensagem por luis pedro » sexta ago 31, 2007 3:57 pm

Olá Miguel,

São opiniões, há defensores de umas e de outras.

No entanto quero chamar à atenção para um ponto que me parece essencial e é frequentemente esquecido (é aqui que falham as rédeas com elásticos) a mão resiste para obter a cedência e deve ceder imediatamente ao menor sinal de cedência por parte do cavalo (corresponde ao amolecer dos dedos), o que acontece com as rédeas c/ elásticos é que mantem a tensão na cedência e cedem na resistência, ou seja exactamente o contrário do pretendido.

luis pedro

redondo623
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 102
Registado: quinta ago 25, 2005 10:27 pm

#9 Mensagem por redondo623 » sábado set 01, 2007 2:22 am

Bom dia Luís Pedro,

Concordo consigo nesta questão de não ter rédeas fixas de elásticos.

Mas queria mais que isso, realçar a excelente explicação que justifica esta opção e elogiar o pragmatismo da sua resposta.
Cumprimentos,

Rui N S

Guida
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 106
Registado: domingo out 07, 2007 10:57 pm

Rédias Fixas

#10 Mensagem por Guida » segunda out 08, 2007 5:20 am

Olá a todos.

Em relação às redeas fixas concordo em usar sem elastico mas numa fase inicial de desbaste, ate que o animal ceda. Posteriormente costumo usar uma redea inteira com 2 mosquetoes nas pontas que passam pelo selim, por entre a espadua, isto é....entre as mãos e vão ao bridao.

Não sei se me fiz entender.

Essas que nem sei o nome vao obrigar o cavalo a descer e alongar, pois todos sobem, para alem de fazer boca. porque não está fixo. Para alem disso, as redeas fixas, na minha opiniao fixam demasiado o pescoço o que faz com que o cavalo depois vá virar em bloco.

Esta aqui o meu ponto de vista, segunda a minha pequena experiencia.

Cumprimentos a todos

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#11 Mensagem por luis pedro » segunda out 08, 2007 7:44 am

Olá Guida,

Não me parece muito correcto ensinar o cavalo, para mais poldro, a ceder utilizando as rédeas fixas, esta é a razão porque ainda existe quem as conheça como "rédeas de vencer".

O cavalo deve aprender a ceder (trata-se de uma flexão longitudinal) através da obtenção e controlo da encurvação por forma a conseguir a descontracção e alongamento dos extensores da cabeça.

O recurso às rédeas fixas como meio de ensinar o cavalo a ceder leva a que o cavalo arqueie o pescoço, não cedendo na ganacha (como se diz na gíria) porque não é a nuca que avança para cima da mão mas sim o "bico" que recua para trás. O resultado mais visível é a tendência para afundar o garrote e a progressiva incapacidade de avançar os posteriores para debaixo da massa.

luis pedro

Guida
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 106
Registado: domingo out 07, 2007 10:57 pm

#12 Mensagem por Guida » quarta out 10, 2007 9:07 pm

Olá!!!

e entao o que usa????

Cumprimentos

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#13 Mensagem por luis pedro » quinta out 11, 2007 6:39 am

Olá Guida,

Começamos por obter o contacto elástico e permanente (da mão com a boca do cavalo), desenvolvendo a calma e o movimento para diante por acção das pernas e do assento, depois vamos conquistando o controle da encurvação, no circulo, na passagem dos cantos do picadeiro, nas mudanças de mão, na linha direita (por esta ordem).
Primeiro para dentro - o lado natural - "inscrevendo" o cavalo sobre a pista que vai a percorrer (curva ou recta), depois também para o lado de fora (contra encurvação).
A encurvação deve ser pedida com a rédea, que se afasta lateralmente um pouco da sua posição normal, e pela perna do mesmo lado que avança, mantendo ou aumentando a pressão, mais perto da cilha convidando à encurvação e à manutenção do movimento.

É, basicamente a partir daqui, em especial nas mudanças de direcção, à medida que o contacto se torna mais franco e a boca mais "permiável" que o cavalo começa a "dar" os primeiras cedências, primeiro muito breves e incertas (o cavaleiro deve prestar muita atenção para perceber que acção fez e que resultou numa cedência), depois mais nítidas e prolongadas.

luis pedro

Guida
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 106
Registado: domingo out 07, 2007 10:57 pm

#14 Mensagem por Guida » quinta out 11, 2007 8:00 pm

Olá Luis Pedro.

Tem toda a razão e não estava a percebe-lo...

a tecnica que descrevi nunca seria já a cavalo, alias, raramente uso redeas fixas a montar, salvo raras excepçoes.

Normalmente à guia trabalho ou com redeas fixas ou as outras que expliquei anteriormente (para trabalhar os musculos superiores do pescoço, mas depois retiro-lhe o "armamento" todo e tento que se coloque há mao.

Cumprimentos

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#15 Mensagem por luis pedro » sexta out 12, 2007 9:25 am

Olá Guida,

As rédeas que descreveste anteriormente trabalham fundamentalmente o dorso do cavalo.
Para trabalhar o pescoço é necessário que o cavalo possa subir a base do pescoço, a nuca seja o ponto mais alto (do cavalo) e mais ou menos colocado, tudo isto animado por umas ancas francamente activas avançando francamente para debaixo da massa do cavalo.

luis pedro

Responder

Voltar para “Ensino”