Cavalos de Ensino

Fórum da modalidade

Moderadores: Filipe Graciosa, APD

Mensagem
Autor
luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#16 Mensagem por luis pedro » quinta nov 16, 2006 7:53 am

Olá Zazie,

Bem vinda ao forum.

Luis Pedro

Avatar do Utilizador
Zazie
Espectador
Mensagens: 8
Registado: segunda nov 13, 2006 9:06 am
Localização: Alentejo

#17 Mensagem por Zazie » quinta nov 16, 2006 8:13 am

Obrigada João

Vamos então começar,

O cavalo Alter, enquanto Lusitano parece-me muito pouco valorizado, onde acham que reside o problema?
Zazie

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#18 Mensagem por João dee Deus » quinta nov 16, 2006 8:32 am

Zazie

Logo para começar isto de se falar de um cavalo alter e defenilo em termos de temperamento, não é o mesmo no decorrer do tempo.

Já ouvi opiniões muito diferentes arespeito dos alteres o que eu atribuo à politica seguida pela coudelaria num determinado tempo.

O meu Luso dizem que veio de lá na barriga da mãe que foi lá comprada,e a ser verdade como acho que é de 92,pode ser produto de um ingl~es que na altura andou lá a cobrir.
Mais recentemente um amigo meu comprou lá um cavalo puro que em termos de temperamento não tem nada a aver com o meu.

Noutras coudelarias acontece algo semelhante...portanto estar a caracterizar é no minimo pouco preciso.

Acerca da valorização.concordo contigo mas acho que é porque não está na moda ou então é só para cavaleiros mais capazes :wink:

zaudaçºões Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#19 Mensagem por luis pedro » quinta nov 16, 2006 8:50 am

Olá Zazie,

Podem-se fazer várias conjecturas acerca do tema, pessoalmente, julgo que o facto de os produtos de AR virem a ser, desde há já bastantes anos, criados a pensar na EPAE tem-se revelado muito limitativo porque orientado numa direcção que, salvo raras excepções, se esgota na própria EPAE.

Luis Pedro

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#20 Mensagem por João dee Deus » quinta nov 16, 2006 8:54 am

Luis

se eles estão a trabalhar nesse sentido expressamente já deveriam ter produtos mais elasticos...digo eu.
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Miguel Santos
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 179
Registado: sexta jun 09, 2006 3:47 am
Localização: Leça da Palmeira / Porto

#21 Mensagem por Miguel Santos » quinta nov 16, 2006 9:02 am

Concordo com o amigo João quanto à evolução dos equinos de AR... Se estivessem a pensar apenas em criar com o objectivo da excelência para a EPAE, os cavalos teríam, ou deveríam ter neste momento mais elasticidade.

Zazie,
na exploração em que estás a laborar, criam PSL? :)
Mais do que uma realidade mágica, uma Paixão! Viva o Cavalo dos Reis! Viva o nosso LUSITANO!

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#22 Mensagem por João dee Deus » quinta nov 16, 2006 9:06 am

Agora lembrei-me de alguém que dizia que aqueles cavalos eram um barril com quatro palitos espetados :lol: :lol: :lol: :lol:
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Avatar do Utilizador
Zazie
Espectador
Mensagens: 8
Registado: segunda nov 13, 2006 9:06 am
Localização: Alentejo

#23 Mensagem por Zazie » quinta nov 16, 2006 9:31 am


É engraçado João mas é precisamente essa a ideia que paira por aqui... ( pelo menos nesta parte do Alentejo)

Miguel, temos uma pequena criação de PSL com 2 anos e meio de existência. 3 éguas( uma AR ) um garanhão CN, um poldro AR puro e 4 poldras já nascidas cá (uma AR).
Estamos a iniciar agora o desbaste do poldro que vai fazer 3 anos para Fevereiro e até agora tem sido relativamente fácil daí a minha questão.
Obrigada pelas boas-vindas.
Zazie

luis pedro
Mestre de Equitação
Mensagens: 1146
Registado: domingo mar 19, 2006 8:16 am

#24 Mensagem por luis pedro » quinta nov 16, 2006 9:40 am

Olá,

O trabalho que fazem, aliás de excelente qualidade, pretende preservar a antiga Escola Portuguêsa, é a Equitação Barroca, alicerçada na enorme mobilidade dos cavalos, os trabalhos a galope em 4 tempos e o terra a terra tudo favorecendo um equilibrio quase totalmente sobre as pernas em detrimento do movimento como hoje o entendemos (vejam-se as figuras usadas, o uso dos "pilões" as dimenções dos picadeiros, etc,.).
O equilibrio e a amplitude dos movimentos proprios a esta equitação não são propícios a desenvolver as tais qualidades que referem.

Luis Pedro

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#25 Mensagem por João dee Deus » quinta nov 16, 2006 5:56 pm

Zazie

É bom saber com essas confirmações que estou com uma noção da realidade pratica e corrente nas gentes Lusitanas,o que me agrada bastante e dá crédito aos meus pareceres que se baseiam nesse conhecimento/auscultação.

Todos os poldros nascidos em casa,e especialmente em casas pequenas em que são alvo de atenções, e a observações da parte deles da calna e segurança do dia a dia dos donos....são fáceis de desbastar.


Donde se conclui que quando temos problemas com os poldros,fomos nós(homens) que os arranjámos.....disto não tenhas qualquer duvida.

Pelo que disseste da tua criação não consegui vislumbrar "uma linha" pelo que poderias esclarecer o que pretendes a médio e longo prazo porquie é essencial desde já ter isso bem esclarecido.
Desculpa esta minha frontalidade mas eu sou assim e com o tempo vais ver que mesmo sendo desta maneira não ofendo ninguém nem falto ao respeito...posso é ser incomodativo pela frontalidade brusca.

saudações Mariavas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Avatar do Utilizador
Zazie
Espectador
Mensagens: 8
Registado: segunda nov 13, 2006 9:06 am
Localização: Alentejo

#26 Mensagem por Zazie » sexta nov 17, 2006 9:08 am

Olá

João, tudo o que eu quero é tentar para já melhorar a qualidade da criação, poder ver um dia um exemplar (ou uma) ser admirado pelas suas caracteristicas e funcionalidade, mas ainda é muito cedo para lá chegar. É preciso tempo, ir aprendendo, estou a tentar perceber quais são os melhores cruzamentos com o material que tenho. O garanhão já tem 21 anos tem ferro CN (Vermute) gostava de introduzir sangue novo, talvez o AR (Joca)possa vir a ocupar esse lugar.
Vou ver se consigo algumas fotos.
Zazie

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#27 Mensagem por João dee Deus » sexta nov 17, 2006 5:33 pm

Zazie

Aí no Alentejo foi onde ouvi dizer a respeito da idade que tens uma daquelas frazes extraordinárias:

COM ESSA IDADE ATÉ PODES PLANTAR PINHEIROS

Lembrei-me disso porque então para obter produtos equestres ainda é mais rápido que ver crescer pinheiros. :lol: :lol:

De qualquer modo convém não perder tempo e defenir bem os objectivos.
Devo dizer-te que nunca me passopu pela cabeça ser criador até porque essas situações estiveram sempre reservadas para "pessoas crescidas",mas hoje não é assim e acho muito bem que te dediques a isso porque é uma função sem a qual "isto não anda".
Hoje em dia e porque o"fisico está a passar",até me suscita curiosidade usar a experiencia em prol da criação cavalar embora não tenha conhecimentos cientificos de genética mas Darwin deu-me uma visão ampla de como as coisas se podem modificar.

Acho que primeiro terás que saber (neste momemto)QUE CAVALO QUERES,e só depois começar a trabalhar mesmo com o material que tens.
Podes partir daí para muitos sitios diferentes,embora semelhantes.

saudações Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Avatar do Utilizador
Zazie
Espectador
Mensagens: 8
Registado: segunda nov 13, 2006 9:06 am
Localização: Alentejo

Re: .

#28 Mensagem por Zazie » domingo nov 19, 2006 7:06 am

João dee Deus Escreveu:Zazie

Aí no Alentejo foi onde ouvi dizer a respeito da idade que tens uma daquelas frazes extraordinárias:

COM ESSA IDADE ATÉ PODES PLANTAR PINHEIROS
João

Não é que eu me importasse de ter só 21 ...mas a verdade é que essa é a idade do meu garanhão :D :D
O que eu gostaria era de poder um dia vir a obter um bom cavalo de ensino.
Por agora é ir com calma, analisar os resultados dos cruzamentos, observar o desenvolvimento dos poldros, este ano cruzei pela primeira vez uma anglo-lusa com o meu Lusitano vamos ver lá para Fevereiro os resultados...
Zazie

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#29 Mensagem por João dee Deus » domingo nov 19, 2006 7:55 am

Zazsie

Desculpa lá que eu fiz comfusão com as idades.

Com esse cruzamento se tiveres tamanho, mais de 1,60 no poldro pode ser que com 1/4 de sangue Inglês consigas amplitude de andamentos com a graciosidade dos Lusitanos.
Em que zona do Alentejo estás.?Na parte mourisca,no litoral,no alto ou na Alentejo/ribatejana.? :lol: :lol: :lol:

saudações Marialvas
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Avatar do Utilizador
Zazie
Espectador
Mensagens: 8
Registado: segunda nov 13, 2006 9:06 am
Localização: Alentejo

#30 Mensagem por Zazie » domingo nov 19, 2006 8:40 am

João

A égua é boa, tem uma óptima cabeça, capaz de compensar um pouco o sangue do macho vamos lá ver agora o resto - altura, amplitude de movimentos...

Estou no Baixo Alentejo a 20 km de Beja. Deixei a cidade grande (bem a norte) para viver nesta terra, adoro, é uma libertação, os nossos olhos expandem-se sem nunca perdermos a terra de vista, o Alentejo tem destas coisas.."primeiro estranha-se depois entranha-se" .
Quando passares por cá serás bem-vindo.
Zazie

Responder

Voltar para “Ensino”