Coberjão ou nem por isso?

Críticas, sugestões e dúvidas

Moderador: Filipe Graciosa

Responder
Mensagem
Autor
Trovao
Iniciado
Mensagens: 17
Registado: quinta ago 24, 2006 10:31 pm
Localização: sintra

Coberjão ou nem por isso?

#1 Mensagem por Trovao » terça jan 01, 2008 5:36 am

Boas e um bom ano 2008 para todos,

Ora a minha questão é esta, gostava de saber a vossa opinião sobre cobrejões e como utiliza los e se favorece os cavalos no Inverno para não crescer tanto pelo principalmente os cavalos capados se ficam com o pelo mais curto nessa estação.

Obrigado.

Sofia e Sabre
Monitor de Equitação
Mensagens: 305
Registado: quarta abr 18, 2007 5:43 am

#2 Mensagem por Sofia e Sabre » terça jan 01, 2008 12:47 pm

O cobrejão e benéfico desde que depois se tenham os cuidados que este exige: a sua boa utilização contribui de facto para que o pelo não cresça tanto (o que resulta na mais eficaz secagem do cavalo), enquanto que a sua má utilização pode contribuir para problemas médicos (constipações ou pior).

Se se começar a pôr um cobrejão no principio da estação, o cavalo habitua-se a este e o pelo não cresce tanto, porque o cavalo não tem "necessidade" de gastar energias a produzi-lo. No entanto, os cobrejões exigem uma série de cuidados para que o cavalo não sinta as diferenças de temperatura de quando se tira o cobrejão.

É portanto necessário, para além de um cobrejão de inverno, um polar e uma manta para rins (sendo esta ultima no entanto opcional já que o cobrejão polar pode substitui-la). A manta polar permite fazer a transição do outono para o inverno e do inverno para a primavera, servindo também como cooler, ajudando o cavalo a arrefecer depois do trabalho, secando o suor de uma forma gradual antes de se pôr o cobrejão de inverno. Também se pode por esta manta por baixo do cobrejão de inverno quando está especialmente frio. É também necessária uma manta para cobrir os rins do cavalo (ou, opcionalmente a manta polar) antes do trabalho, enquanto este não aquece, e depois deste, para que o arrefecimento seja gradual.

É também importante referir que desde que se põe um cobrejão no cavalo, no inicio da estação, isto deve ser uma rotina diária a partir do momento em que começa a arrefecer, já que o pelo cresce de acordo com a existência deste ou não e, portanto, uma alteração nesta rotina poderá resultar numa constipação ou pior. Os deniers (ou capacidade de aquecimento) devem estar adequados ao meio do cavalo - por exemplo, um cavalo tosquiado necessita de um cobrejão com mais deniers que um que não o esteja, e o mesmo acontece com um cavalo a campo/estabulado.


Já agora, se optares pelo uso de cobrejão aconselho-te a encomendá-los pela net, são muito mais baratos e têm a mesma qualidade, desde que os saibas escolher claro.

Espero que tenha sido util.

Avatar do Utilizador
João dee Deus
Mestre de Equitação
Mensagens: 2845
Registado: quarta fev 16, 2005 12:49 am
Localização: Covilhã./.AÇORES

.

#3 Mensagem por João dee Deus » terça jan 01, 2008 6:28 pm

Sofia

Claro que foste util e com um bom artigo muito explicito...estou a gostar...

saudações Marialvas e continua.
Continuo neste Fórum, agora com a intenção de ver se aprendo alguma coisa, mas com o teclado avariado... LOL...

Guida
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 106
Registado: domingo out 07, 2007 10:57 pm

#4 Mensagem por Guida » quarta jan 02, 2008 4:18 am

Mtos parabens pela explicação..

Queria só acrescentar que tudo depende da zona do pais em que vivemos. Eu moro no algarve e para mim quem usa aqui um coberjão, desculpem a expressão, é "mariquice". Estou em Dezembro e ando durante o dia com uma t-shirt e um poullover. Usar um coberjão aqui seria uma ideotice pois o cavalo habituar-se-ia sem necessidade com a maior probabilidade que apanhar alguma constipação.

Cumprimentos e um Bom ano para todos.
"Não ha bons nem maus cavalos, ha bons e maus cavaleiros"

Sofia e Sabre
Monitor de Equitação
Mensagens: 305
Registado: quarta abr 18, 2007 5:43 am

#5 Mensagem por Sofia e Sabre » quarta jan 02, 2008 5:59 am

João,
Quando se tem algum tempo, paciência e inspiração saem coisas destas :wink:

Guida,
Depende, se o cavalo estiver tosquiado, mesmo que no Algarve com calor, sabe-lhe bem. E não nos podemos esquecer de uma outra qualidade dos cobrejões: evitam que o cavalo se suje (são bons para os preguiçosos que, como eu, não têm paciência para estar meia hora - literalmente - a limpar o cavalo russo que se adora esponjar na porcaria :roll: ).

Guida
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 106
Registado: domingo out 07, 2007 10:57 pm

#6 Mensagem por Guida » quarta jan 02, 2008 6:29 am

Olá!!

Isso é verdade, tambem não gosto nada de limpar. eheh

Como disse e mto bem dito, quem usa logo no inicio da epoca, dps tem de ser um trabalho diario, o que nem toda a gente o faz.

Portanto, eu prefiro, ja que tenho ambiente para tal, não habituar, Posso ter alguma falha e a probabilidade de alguma constipação é maior.
"Não ha bons nem maus cavalos, ha bons e maus cavaleiros"

Sofia e Sabre
Monitor de Equitação
Mensagens: 305
Registado: quarta abr 18, 2007 5:43 am

#7 Mensagem por Sofia e Sabre » quarta jan 02, 2008 11:02 am

Pois, e uma responsabilidade acrescida e as pessoas não se podem esquecer disso. Tem muitas vantagens, mas por vezes não vale a pena correr os riscos adjacentes...

Responder

Voltar para “Material Equestre”