Certificado de Aptidão Profissional para transportar animais

Fórum do Tema

Moderador: Filipe Graciosa

Mensagem
Autor
horses_s
Sela 07 (estribo de prata)
Mensagens: 207
Registado: sexta set 29, 2006 6:17 pm
Localização: Leça da Palmeira - Porto

#31 Mensagem por horses_s » sexta fev 15, 2008 8:10 am

Guida,

Ninguém me falou no seguro, apenas no registo de propriedade.

http://www.dgv.min-agricultura.pt/bem_e ... RCIAIS.pdf

Como me explicaram, o problema está na forma como o ponto 4 está escrito:

"Transporte de cavalos pelos SEUS detentores, nos SEUS meios de transporte..."

Mas façam como eu e liguem directamente para a Direcção Geral de Veterinária, Tel: 213 239 500.

Saudações Equestres

Susana
Tudo é possível até se provar que é impossível e mesmo o impossível pode ser só por agora.

Tiago
Iniciado
Mensagens: 16
Registado: sexta ago 10, 2007 4:34 am
Localização: Entroncamento

#32 Mensagem por Tiago » sexta fev 15, 2008 9:03 am

A parte do seguro não é preocupante pois a roloute tem um seguro independente ou então esta associada ao carro que a puxa, mesmo que esta esteja regista em nome de outra pessoa. Em relação a esta lei esta um pouco descabida para o nosso quotidiano.
Então se eu quiser ir a um passeio com um amigo não posso, porque levo um cavalo que não é meu?
Se o cavalo não tiver livro azul torna-se mais fácil o transporte. E só preencher a guia e vamos embora.
Enfim, modernices que vêm só para atrapalhar....
(Aquele ponto 4 está um pouco obscuro, aqueles SEUS.)

Travessa
Iniciado
Mensagens: 15
Registado: terça fev 06, 2007 6:44 am
Localização: Aveiras de Baixo

#33 Mensagem por Travessa » sexta fev 22, 2008 8:24 am

Atenção, os cavalos com livro azul não se sabe o proprietário, pois o que lá aparece é o criador, o documento de registo do proprietário é outro. Esta lei foi imposta pela comunidade europeia a todos os estados membros e basicamente é assim, se saires de Portugal com um cavalo é preciso ter o curso seja em que circunstâncias for, se tiveres um carro em teu nome, roulote em teu nome e o cavalo em teu nome, não é preciso o curso, agora se tiveres o dono do veiculo diferente do da roulote ou vice-versa, o dono do cavalo não seja o dono do conjunto que o está a levar, aí sim tens de ter o curso, quem for a uma prova hipica (em Portugal) não está obrigado a ter o curso, se for mandado parar pelas autoridades o que pode acontecer é exigirem a apresentação de uma prova em como foi participar numa prova, ou seja, apresentando por exemplo a inscrição na prova.

Atenção a outro promenor muito importante, e neste caso é em relação ao registo dos veículos na DGVeterinária, quem por exemplo tiver um cavalo em Abrantes e num sábado vai a uma prova vai a uma prova a Lisboa ás 9 horas e acaba ás 16 horas e regressam no mesmo dia, ora 7 horas na prova mais cerca de hora e meia de viagem para cada lado, faz 10 horas entre viagens e prova, o veiculo que transporta os animais tem de estar registado como transporte de longa duração, pois este conjunto ultrapassa as 8 horas de viagem, que corresponde á viagem em si mais o tempo em que o cavalo teve em prova ou no sítio desta.
Alexandre Travessa

Responder

Voltar para “Transporte”